Falta muito pouco para o técnico Guto Ferreira e a diretoria do Ceará fecharem o elenco para a temporada 2021. A ideia do treinador alvinegro é contar com 34 jogadores para este ano. 4 goleiros e 3 jogadores para cada posição. O clube ainda está no mercado e busca mais dois reforços: um lateral-direito e um zagueiro.

Para a lateral, a lista está recheada: Aderlan, do Red Bull Bragantino, e Nino Paraíba, do Bahia, são alguns nomes cotados. Na zaga, já são pelo menos 15 ofertas de defensores para vestirem a camisa alvinegra, mas nada ainda foi definido. A situação, contudo, pode mudar, caso Tiago Pagnussat não vá para o Japão. Se a negociação falhar, o defensor permanece em Porangabuçu, e o clube deve desistir da aquisição de um novo zagueiro.

Vale lembrar que a transferência de Tiago pode render mais de R$ 1,5 milhão aos cofres alvinegros, que é o valor da multa do atleta (algo em torno de 300 mil dólares). Por isso, o clube mantém a prudência até agora.

Enquanto as aquisições são fechadas, a diretoria do Ceará também pensa em dar rodagem para alguns atletas do grupo, que não devem permanecer no elenco. Um deles já está totalmente certo é o lateral Alyson, que vai para o Juventude, enquanto o time gaúcho retribui enviando o também lateral Alessandro.

Os atacantes Rick e Jacaré são outros que também devem ser emprestados para ganharem mais experiência e se firmarem como titulares em outras equipes. A situação do meia Felipe Silva (Baxola) deve ser resolvida nesta semana, com o jogador podendo ser emprestado ou liberado para outro clube.

Se a saída de Baxola for confirmada, o Ceará vai atrás de um meia-atacante, que pode ser o retorno de Lima, que encerrou contrato e o Grêmio o chamou de volta (atleta pertence ao clube gaúcho), ou até mesmo um outro atleta que ainda não tenha passado por Porangabuçu.

O Ceará, que estreia nesta segunda-feira, na Copa do Nordeste, ainda disputará o Campeonato Cearense, a Copa do Brasil, a Copa Sul-Americana e o Campeonato Brasileiro nesta temporada 2021.

📸 Samuel Andrade/Futebolês