Ceará e Corinthians se enfrentam na próxima quinta-feira, 25, às 20h, na Arena Castelão, pela 35ª Rodada do Brasileirão. Mas fora de campo, o clima já esta bem quente para o duelo, que deverá registrar o maior público em solo cearense, desde que o torcedor voltou a frequentar os estádios, devido à pandemia.

E pensando justamente no seu torcedor que o Corinthians entrou com uma representação no STJD, via CBF, contra o Ceará devido ao valor do ingresso cobrado para o visitante. A informação é do site Meu Timão.

De acordo com publicação, “o Corinthians afirma que chegou a procurar o Ceará informalmente, mas como não obteve resposta, entrou com o pedido na CBF”.

O valor do ingresso para o torcedor corintiano, que irá ficar no setor sul superior do Castelão, é de R$ 150. A venda é feita apenas via internet e ainda é necessário pagar uma taxa de conveniência de R$ 18. Há valores para meia entrada também (R$ 75 e taxa de R$ 9).

A irritação da diretoria paulista é que para outros setores, até mesmo mais privilegiados, como o superior central, o valor do bilhete é de apenas R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia).

Vale lembrar que no jogo Corinthians 3×1 Ceará, pelo 1º turno do Brasileirão, na Arena do Corinthians, não houve presença de público. Porém, no duelo entre Corinthians 1×0 Fortaleza, no último dia 6 de novembro, na Neo Química Arena, os tricolores pagaram R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) para ficarem no setor sul.

No último jogo com mando de campo, o Ceará cobrou R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia) da torcida do Sport, que ficou no setor superior sul.

O Blog não conseguiu contato com a diretoria do Ceará para falar sobre o assunto. O clube alvinegro informou nesta segunda-feira que 20 mil pessoas já haviam confirmado presença para a partida contra o Corinthians.

Em contato com o Blog, a Assessoria de Comunicação do Ceará, através do gerente de comunicação, Bruno Reis, informou: “O Ceará definiu este valor para este jogo de quinta-feira e está seguindo todos os requisitos do regulamento”.

📸Marcello Zambrana/AGIF