Mais Uma

A técnica da Seleção Brasileira Feminina, Pia Sundhage convocou nesta sexta-feira 23 atletas para os jogos preparatórios contra a Espanha e Hungria, em abril. Os dois amistoso serão realizados em território espanhol. Diante das anfitriãs, o Brasil jogará no dia 7, no Estádio Rico Pérez, em Alicante (ESP). Enquanto o duelo contra as húngaras será em San Pedro del Pinatar, na Pinatar Arena, no dia 11. Os horários das partidas ainda serão confirmados. Já pensando na Copa América, que acontecerá em julho, na Colômbia, Pia chamou novidades, com duas estreantes. A goleira Mayara, do Internacional, e a zagueira Giovanna Campiolo, do Corinthians. Há ainda o retorno de Ingryd, da Ferroviária, e de Duda Santos, do Palmeiras. 

Sub-20 Brasileira

O técnico Jonas Urias da Seleção Feminina Sub-20 convocou 22 atletas para o Campeonato Sul-Americano, que será realizado em abril no Chile. A competição acontecerá de 6 a 26 de abril em La Calera. O Brasil está no Grupo B junto com Paraguai, Equador, Uruguai e Bolívia. A estreia das meninas será no dia 7 contra as uruguaias, às 16h, no Estádio Nicolás Chahuán Nazar. Vale lembrar que o Sul-Americano dá 2 vagas para a Copa do Mundo da categoria, que será disputada em agosto deste ano, na Costa Rica. Infelizmente, das 22 jogadoras convocadas não há nenhuma de clubes do Norte e do Nordeste.

Rumo à Índia

O Brasil garantiu vaga na Copa do Mundo Feminina Sub-17. A vitória por 3×0 sobre o Paraguai na última quarta-feira, carimbou o passaporte da Seleção ao Mundial, que acontecerá em outubro na Índia. Agora, a equipe da técnica Simone Jatobá e da volante cearense Rebeca vai em busca do título do Sul-Americano. A Final do Campeonato é contra a Colômbia, neste sábado, às 20h30, no Estádio Charrua, em Montevidéu, com transmissão do Sportv.

Sucesso Leonina

Titular da Seleção, a volante do Fortaleza, Rebeca, segue brilhando com a camisa amarelinha. Perto do feito inédito e histórico de conquistar o Sul-Americano, a cearense de Pindoretama ainda marcou um gol na vitória do Brasil por 8×0 no Chile, no início desta semana. Que a Rebeca sirva de exemplo não só de superação, garra e amor ao esporte, como também vire referência para toda uma nova geração de jovens atletas cearenses, que tentam driblar todo o preconceito e a discriminação que há no futebol feminino. Todos sabemos das dificuldades, mas a meio-campista tricolor, mesmo com apenas 16 anos, comprova que com perseverança, talento e muita força de vontade é possível realizar os sonhos.

Coluna Joguem Com Elas Nº 9

📸Lucas Figueiredo/CBF
📸Marco Galvão/CBF
📸Adriano Fontes/CBF
🎥Sportv