Foto: Pedro Chaves/FCF

Depois da euforia com os jogos e resultados conquistados neste meio de semana na Sul-Americana e na Libertadores, a dura realidade volta para Ceará e Fortaleza que estão na zona de rebaixamento do Brasileirão.

O sucesso e a chance histórica de ganharem uma ótima grana e de forma inédita e histórica conquistarem uma vaga ao mata-mata nas competições internacionais na próxima quarta-feira, não podem fazer alvinegros e tricolores vacilarem no Campeonato Brasileiro neste final de semana.

A começar pelo Fortaleza, que está na lanterna, não venceu ainda, tem apenas 1 pontos e joga em casa. O duelo diante do Fluminense é tão importante quanto foi o jogo diante do Alianza, em Lima, quando ganhou por 2×0 e trouxe ânimo e confiança renovadas para sair da última colocação do Brasileirão.

Enquanto Ceará, que está em 18º lugar, não vence há 4 rodadas e só somou 4 pontos em 5 jogos, encarar o Santos em Barueri tem de ser com o mesmo empenho e garra com que fez a histórica goleada por 6×0 no General Caballero, na terça-feira passada.

Apesar de terem 1 jogo a menos que os demais concorrentes, mas é justamente entre eles essa partida atrasada. Por isso, não há garantia de somar pontos e chegar à 7ª rodada na zona de rebaixamento é algo assustador para qualquer clube, ainda mais para quem está disputando outras 2 competições.

Claro e é obvio que quarta-feira em Buenos Aires e em Santiago o sucesso de uma vaga conquistada ficará marcado para sempre, pode mudar o ânimo de qualquer um e levar a algo ainda maior. Porém, isso não muda em nada no principal objetivo dos clubes nesta temporada e os pontos desperdiçados em 6 jogos no Brasileirão não voltam mais.