O Ceará chegou hoje ao número mágico dos 45 pontos. A vitória em cima do Palmeiras garantiu o clube na Série A do Brasileiro pelo 4º ano consecutivo (2019 a 2022). Algo inédito na história do futebol cearense.

Um detalhe que para muitos passa despercebido é o trabalho do atual mandatário Robinson de Castro. Não custa lembrar (veja o vídeo abaixo), ainda em 2019, no dia seguinte, após o empate com o Botafogo e o alívio de não ter sido rebaixado, o Presidente do Ceará concedeu uma entrevista coletiva para reconhecer erros e garantir mudanças profundas no clube.

Não custa lembrar que durante aquela reta final de Brasileirão, Robinson foi duramente criticado, foi ameaçado, assim como seus filhos (que precisaram andar com segurança com receio que alguma violência acontecesse).

Naquele mesmo dia, torcedores foram até a sede do clube para exigir a renúncia dele. Além de terem feito petições on line, campanhas em redes sociais e até o muro em Porangabuçu havia sido pichado durante a temporada 2019.

Passada a tempestade, vem a bonança. E veio o bicampeonato da Copa do Nordeste e a permanência inédita pelo 4º ano na Série A do Brasileiro.

Mas isso é apenas a ponta do iceberg. Desde que assumiu o clube (quase rebaixado para a Série C no final de 2015 é bom que se lembre disso), Robinson de Castro conquistou não só dois títulos estaduais e um Nordestino, como ainda fez um trabalho árduo e de administração e finanças no clube. 

Sem contar o que fez na base, em que o clube passou de um mero coadjuvante para protagonista no Estado com diversos títulos estaduais em todas as categorias (está na final do Campeonato Brasileiro de Aspirantes) e ainda revelando e vendendo jogadores.

Não satisfeito ainda conseguiu levar o clube a transferência de jogadores com quantias milionárias com Felipe Jonatan, Arthur Cabral, Everson, Richardson e Valdo.

No futebol, todo mundo sabe que há o momento de plantar, de esperar a chuva, de semear e de colher. Assim como há também o momento da seca. Robinson conseguiu sobreviver aos piores momentos de seca no clube e colhe com propriedade os frutos de uma temporada inédita e histórica.

Já há quem o coloque no patamar semelhante ou até maior que Evandro Leitão. Mas aí só em outro post vamos debater. No entanto, deixa seu comentário e não esquece de seguir as redes sociais do Blog.

📸 Presidente Robinson de Castro celebra com dirigentes  a vitória contra o Goiás (Reprodução/Linkedin)