A pandemia de Covid também chegou à Rádio Assunção, de Fortaleza. Nos últimos 10 dias, só na equipe esportiva, foram 4 baixas. O narrador Messias Alencar, o apresentador Mário Otoni, o repórter Mendonça Filho e o comentarista e coordenador Paulo Santiago. Graças a Deus, todos estão bem sem nenhum caso grave.

o consagrado narrador Júlio Salles acabou sentindo uma certa moleza, fez exame, como ainda aguarda o resultado, optou, com toda a segurança que os protocolos de saúde recomendam, ficar em casa.

Com boa parte da equipe no DM, quem precisou ir para apresentação do programa “É Tempo de Bola”, nesta sexta-feira, 12, foi a comentarista Cristine Martins. Pela primeira vez no comando da atração, a radialista brilhou e recebeu dezenas de mensagens dos ouvintes elogiando a atuação.

Cristine é a única mulher na equipe esportiva. Ela comanda um programa aos domingos “Driblando as Diferenças”, e comenta jogos durante as jornadas esportivas, mas apresentar a tradicional atração diária da Rádio Assunção e ainda substituir um dos maiores nomes da história do Rádio esportivo do Brasil foi a primeira vez e uma enorme responsabilidade.

“É muito difícil substituir alguém como o Júlio (Salles). O Júlio é uma inspiração para mim, é de um profissionalismo e de uma força de vontade que impressiona, mesmo com mais de 80 anos. Quando ele me ligou para dizer que não poderia vir e que eu iria apresentar o programa, eu fiquei nervosa. E eu ainda apresentei o “Alô Fortaleza” (programa que começa antes do “É Tempo de Bola”). Mas eu fiquei muito feliz com as mensagens, com a responsabilidade e espero que todos tenham gostado”, declarou Cristine em contato com o Blog.

📸 Reprodução/Instagram