Em 2021, a TV Globo não vai transmitir a Libertadores, nem a Copa Sul-Americana, muito menos a Copa do Nordeste e até agora não está muito a fim de transmitir o Campeonato Cearense. Das possíveis competições em que o futebol alencarino está incluído no portfólio da emissora carioca, há apenas a Copa do Brasil e o Brasileirão.

É bom lembrar, contudo, que na Copa do Brasil não há como impedir a Globo de transmitir os jogos que ela desejar. No acordo com a CBF, que vendeu os direitos de transmissão por uma quantia milionária, a emissora é quem escolhe quais, quando e onde quer exibir as partidas em sua grade de programação e em qualquer das suas plataformas: TV Aberta, TV Fechada, PPV e Internet.

É só lembrar que em 2020, na estréia do Ceará na Copa do Brasil contra o Bragantino/PA, no Interior do Pará, às 15h30 de uma quarta-feira, a partida foi transmitida pelo Globoesporte.com. Enquanto os duelos do Caucaia e do Barbalha não passaram em lugar algum e os do Fortaleza foram exibidos no Sportv.

Já na atual temporada da Série A do Campeonato Brasileiro, das 76 partidas em que Ceará e Fortaleza vão realizar no total (contando com os dois clássicos entre ambos e faltando esses 3 últimos jogos para cada), a Globo transmitiu apenas 9. Ou seja, 11% das partidas.

Vale ressaltar que na TV Fechada, Ceará e Fortaleza têm contrato com a Turner, que mostra as partidas na TNT Sports, assim os jogos das equipes cearenses não são exibidos no Sportv (canal por assinatura do grupo Globo).

Em compensação, até por não haver concorrência, no PPV (canal Premiere, também pertencente ao grupo Globo), alvinegros e tricolores têm acordo para transmissão dos seus respectivos jogos.

O cenário, já deu para perceber, mudou bastante. Há 5, 10 anos, era inimaginável ver o que está acontecendo. Não havia um que pudesse prever o momento em que vive a Globo. Lembrando que a emissora não vai transmitir o Campeonato Carioca e nem a Formula 1. Dois carros chefes em sua grade de programação.

O Futebol Cearense é bom ressaltar, assim como a grande maioria dos outros estados, sobreviveu à sombra do que aparecia na Globo. Longe da Série A do Brasileiro por alguns anos, sem grandes conquistas, o famoso manjadinho era (ou é) o nosso arroz com feijão e para muitos ainda traz uma exposição inigualável.

A final do Campeonato Cearense de 2019 rendeu 52 pontos no Ibope para a TV Verdes Mares. Um recorde. Ano passado, a decisão entre Ceará e Fortaleza superou o duelo do Flamengo pela Libertadores, que passava no mesmo horário no SBT, 38 a 4. E olhe que dizem que o Flamengo tem a maior torcida por aqui.

Mas os tempos mudaram e a concorrência é muito salutar. A Copa do Nordeste, que pertencia a Globo, por exemplo, hoje está no SBT/Jangadeiro. E é um sucesso absoluto, com liderança no Ibope e recordes para as afiliadas de Silvio Santos.

A Copa Sul-Americana, em que o Fortaleza participou em 2020 ao jogar contra o Independiente/ARG, só foi transmitida pela plataforma de Streaming DAZN e também foi um sucesso absoluto.

Outro ponto a se tocar é que o futebol cearense não é apenas Ceará e Fortaleza (apesar de muitos teimarem que é). Claro que a força do Clássico-Rei é notável e imprescindível, mas há vida com Ferroviário, Floresta, Icasa, Guarany de Sobral…

Nunca é demais lembrar que o Ferroviário e o Guarany de Sobral foram campeões brasileiros da Série D sem nenhum jogo na Globo. O Floresta, que foi vice-campeão agora, também não teve um jogo exibido.

O que vou escrever agora pode até ser clichê, mas é a realidade. É preciso união dos clubes e da federação. Sem público nos Estádios e agora com a Globo se afastando do futebol não vai ser fácil fechar as contas.

Acreditar no Streaming, na Internet, no Youtube ou no aplicativo do clube para suprir a ausência do torcedor no estádio é uma grande alternativa. Resta saber, qual alternativa vai ser possível para prover a força da Globo.

Que SBT/ Jangadeiro, Record/Cidade, Band, TV Diário, TVC possam fazer como a TV Walter Abrahão fez, ao surpreender o mundo da mídia esportiva ao comprar com exclusividade os direitos de transmissão das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Com certeza, o futebol cearense vai agradecer.