A última vez que o goleiro Marcelo Boeck havia atuado como titular no Fortaleza fora em janeiro do ano passado, na vitória do Tricolor sobre o Caucaia, por 2×0, pela 2ª Fase do Campeonato Cearense.

Neste sábado, 06, com o desgaste de Felipe Alves, que nem viajou a São Luís/MA, para enfrentar o Sampaio Corrêa, Boeck assumiu o posto e teve uma atuação segura e decisiva para o Fortaleza sair de campo com a vitória por 2×0.

O camisa 1 leonino fez pelo menos duas grandes defesas na etapa final, uma delas (você pode ver abaixo), evitou o empate do Sampaio Corrêa, aos 34 minutos, numa cabeçada do atacante Jajá.

Marcelo Boeck, que renovou com o Fortaleza até o fim de 2021, é um dos ídolos da torcida leonina. Principal nome no acesso à Série B em 2017, foi também campeão e capitão nos títulos da Série B do Brasileiro em 2018, da Copa do Nordeste em 2019 e do Cearense 2019. Em 2020 não se entendeu mais com o treinador Rogério Ceni, perdeu a titularidade e a faixa de capitão. Foi bicampeão cearense ano passado, mas já estava no banco de reservas. Durante o Brasileirão nem era relacionado para algumas partidas e chegou a ficar entre os suplentes com Max Wallef na titularidade.

Agora, com a chegada de Enderson Moreira, Boeck tem nova chance e pelo jeito segue mostrando o motivo de ser considerado um dos maiores ídolos e goleiros da história do Fortaleza.

📸Arquivo/ Marcelo Boeck