O sonho não se concretizou. O Ceará precisava apenas vencer o já desclassificado Jorge Wilstermann, nesta quinta-feira, 27, em Cochabamba, mas acabou perdendo pela primeira vez na competição e foi eliminado da Copa Sul-Americana.

O time de Guto Ferreira foi irreconhecível durante praticamente os 90 minutos. O goleiro Richard se destacou como o melhor da partida com grandes defesas e evitou o pior. Só na primeira etapa, foram 10 finalizações da equipe boliviana, contra apenas 3 do Vovô.

A sensação era de que os jogadores alvinegros sentiram a altitude de 2.560 metros de Cochabamba e não renderam nem próximo de outros jogos da Copa Sul-Americana. Principalmente, quando o Ceará jogou com os reservas, em La Paz, ante o Bolívar, e por pouco não saiu dos 3.650 metros de altitude com a vitória.

A tática do Vovô foi ficar lá atrás e esperar os bolivianos para explorar os contra-ataques. O problema é que o Jorge Wilstermann imprimia velocidade e toque de bola fora dos padrões, confundia a marcação e deixava os alvinegros atônitos.

Para piorar, Lima se machucou e saiu ainda no primeiro tempo, Yony entrou, mas não deu conta do recado. Na etapa complementar, Guto começou logo com Sobral e Saulo nas vagas de Jael e Oliveira. O time até melhorou, mas não mostrava capacidade para abrir o placar.

O treinador alvinegro ainda tirou Vina e Charles para as entradas de Jorginho e Marlon, aos 20min da etapa final, e nem assim o Ceará melhorou. O gol era questão de tempo e não deu outra. Aos 30min, Patito fez bela jogada e marcou um golaço para os bolivianos.

Mesmo faltando 15min para o fim do jogo, o Ceará não conseguia mostrar forças e nem capacidade técnica para virar a partida e ficar com a vaga.

Sobre a postura do time, mais uma vez é preciso entender e saber com o técnico Guto Ferreira o que tá acontecendo. As mudanças na equipe foram difíceis de entender, os jogadores que entraram não conseguiram mostrar um futebol convincente e para piorar ainda tirou a estrela do time, o meia Vina, faltando quase 30 minutos para o fim do jogo.

Agora, é juntar os cacos e pensar na estreia no Campeonato Brasileiro, próximo domingo, 16h, no Castelão, contra o Grêmio. E na quarta-feira, dia 02, tem o Clássico-Rei contra o Fortaleza, na partida de ida da 3ª Fase da Copa do Brasil.

📸 Twitter/Copa Sul-Americana