A derrota e a consequente eliminação da Copa Sul-Americana foi a gota d’água para a torcida do Ceará, abrir a “Caixa de Pandora” e criticar duramente a equipe alvinegra.

As feridas das perdas dos títulos da Copa do Nordeste e do Campeonato Cearense, respectivamente para Bahia e Fortaleza, neste mês de maio, ainda estavam abertas. Com isso, o revés em Cochabamba serviu para os mais exaltados apontar culpados e exigir mudanças.

Nos perfis oficias do Ceará, nas redes sociais, até a manhã desta sexta-feira havia quase 15 mil comentários relacionados à eliminação na Sula. O goleiro Richard e o lateral Bruno Pacheco foram os únicos poupados do bombardeio de críticas.

Já o técnico Guto Ferreira e uma das estrelas do elenco, o meia Vina, foram os mais atacados. Muitos torcedores não aceitaram a desculpa da altitude como a maior dificuldade pela derrota da noite passada, e lembraram do empate sem gols em casa diante do Arsenal que custou a classificação.

📸 Samuel Andrade