O Fortaleza segue encantando e comprovando porque é um das principais atrações da temporada 2021 no futebol brasileiro. Ao melhor estilo do seu treinador, o Leão venceu o São Paulo por 3×1, nesta quarta-feira, no Castelão, eliminou a equipe paulista e se classificou para a Semifinal da Copa do Brasil.

A conquista é inédita na história do clube cearense. Nunca antes o Fortaleza havia chegado entre os 4 melhores do torneio nacional. Para completar, o time comandado pelo técnico argentino Juan Pablo Vojvoda ainda receberá mais de R$ 7 milhões de premiação.

O feito não poderia vir em melhor momento para o Fortaleza. Em 4º lugar no Brasileirão, o Tricolor do Pici estava há 6 jogos sem vitórias e muitos já questionavam a força do grupo. Com o triunfo sobre um gigante como o São Paulo e essa inédita classificação, o Leão mostra, mais uma vez, o poder de superação incrível e agora vai pegar o Atlético/MG na semifinal (CBF ainda vai fazer o sorteio dos mandos de campos).

Jogo

Como já era esperado, Vojvoda surpreendeu novamente na escalação. Sem Benevenuto e Lucas Lima (porque já atuaram na competição por outras equipes) e ainda com Felipe machucado, o treinador leonino entrou com Jussa na zaga, Ronald no meio, além Romarinho e Edinho no setor ofensivo com Wellington Paulista de centroavante.

O 1º tempo foi de domínio do Fortaleza. Os 25 minutos iniciais foram intensos e de muita pressão sobre os são-paulinos. Pikachu teve duas ótima chances para abrir o placar, mas acabou chutando pra fora. O rival paulista teve apenas uma chance clara, com Rigoni, para ótima defesa de Felipe Alves.

No entanto, logo em seguida, Ronald roubou uma bola na intermediária, avançou e chutou de fora da área, rasteiro, forte, por baixo de Volpi para fazer 1×0. Com a vantagem no placar, o Fortaleza soube se portar ainda melhor no campo e barrou todas as investidas do adversário. Se não bastasse, mantinha uma rápida transição e explorava bem os contra-ataques.

Na segunda etapa, o jogo caiu muito de ritmo, mas com o Fortaleza dominando as ações e não dando espaço e nem chance para o São Paulo chegar à meta de Felipe Alves. O Leão teve um gol marcado por Tinga, mas bem anulado por impedimento pela arbitragem. 5 minutos depois, foi a vez de Éderson quase fazer um golaço, que Volpi impediu com uma defesaça.

Só que aos 37 minutos, saiu o segundo gol. Jogada de Vargas, que tocou para Pikachu, que passou para David. Este cruzou na cabeça do chileno Ángelo Henríquez que não deu chances para o goleiro são-paulino 2×0. Ainda dava tempo para fazer o terceiro. Contra-ataque rápido e David deixou o dele 3×0. O time paulista conseguiu descontar no último minuto com Luciano, mas já era tarde demais. Classificação garantida e festa leonina histórica na Arena Castelão.

📸 Carvalho Marques/Arena Castelão

📸 Leonardo Moreira/FortalezaEC