Menos de 8 meses depois de assinar o contrato, o Fortaleza não quer esperar o fim da temporada para ativar a renovação automática com o técnico Juan Pablo Vojvoda. No documento, que foi assinado até o fim de 2021, há uma cláusula em que o vínculo é estendido até dezembro de 2022, em caso de classificação para a Copa Sul-Americana ou Libertadores.

Apesar de ninguém no clube querer cravar nada ainda com relação a uma vaga no torneio continental (o que é mais do que prudente), o Fortaleza já atua nos bastidores para papel e caneta estarem ao lado de Vojvoda na assinatura de um novo contrato com uma multa bem maior do que a atual (algo em torno de R$ 1,5 milhão).

Quando chegou ao Pici, no início de maio, Vojvoda era muito mais uma aposta do que necessariamente a certeza da consagração que é hoje. As conquistas, recordes, tabus e campanhas históricas do Fortaleza neste 2021, elevaram o argentino a outro patamar. Para completar, o comandante é mais do que um profissional exemplar e competente, é um ser humano fantástico. Isso é dito por vários dirigentes e funcionários do clube.

Mais do que colocar no papel um contrato em que assegura a permanência do técnico em 2022, o Fortaleza vai lutar contra o assédio de clubes dentro e fora do Brasil. Na Argentina, Vojvoda já foi sondado pelo gigante Racing. No Brasil, torcedores e dirigentes de outros clubes já teceram elogios e não esconderam o desejo de contar com o comandante leonino, assim como vários jornalistas já o elegeram como o melhor treinador do futebol brasileiro na atualidade.

O assédio, que neste início veio ainda tímido, deve ser acelerado caso o Fortaleza realmente ratifique a vaga na fase de grupos da Libertadores. Com uma folha salarial de R$ 4 milhões, o que o clube está fazendo na temporada é algo arrebatador. E, claro, muito se deve ao estilo de jogo proposto pelo treinador tricolor.

Dessa forma, a diretoria do Fortaleza vai tentar pegar no ponto fraco de Vojvoda: a família. O clube vai dar toda a estrutura necessária para que a esposa e os 3 filhos do treinador morem no Brasil em 2022. Os dirigentes tricolores não vão poupar esforços para que tudo seja feito conforme o desejo do técnico e dos familiares. A ideia é fazer com que todos se sintam acolhidos e queridos em terras cearenses.

Outro passo que vai ser dado é a montagem do elenco. Aliás, a formação da comissão técnica já foi concluída com êxito com a chegada do novo preparador de goleiros argentino: Santiago Piccinini. A informação do repórter Afonso Ribeiro, do O Povo.

A escolha do elenco é outro fator preponderante para o “sim” de Vojvoda no Fortaleza em 2022. O treinador, enfim, vai montar o seu próprio grupo, apesar de já ter conseguido algumas indicações como Henríquez, Lucas Limas, Depietri, além de ter deixado Quintero sair.

Enquanto ainda tentam definir dentro de campo como será o futuro do time na próxima temporada, Fortaleza e Vojvoda vão seguir focados. No entanto, o aperto de mão já foi dado, falta apenas a confirmação da vaga na Libertadores para o papel ser assinado e divulgado.

Nessa segunda-feira, no programa Posse de Bola, no UOL, os jornalistas Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira rasgaram elogios ao treinador leonino. Confira no vídeo abaixo:


📸Leonardo Moreira/FortalezaEC
📸Reprodução/Facebook
📸Reprodução/TV