Em entrevista coletiva, após a derrota para o América/MG, por 2×1, na noite desse sábado, em Belo Horizonte, o técnico do Fortaleza, Juan Pablo Vojvoda, fez uma avaliação do jogo.

“Foi uma partida em que o time fez um bom primeiro tempo, onde nós levamos um gol através de um pênalti, por intermédio do VAR. No segundo tempo, temos de trocar de jogadores, neste caso, o David estava muito bem na partida, mas ele sentiu o cansaço físico. E nós temos jogadores para sustentar e mudar o ritmo da partida. Acho que o time fez de tudo para ao menos sair com o empate”, analisou, o comandante tricolor, que achou o resultado injusto.

“(O placar) não foi justo. Não para mim. Mas o resultado não mostrou a realidade. O América teve 5, 10 minutos melhores que nós. Por isso, que nós decidimos trocar os 3 jogadores para combater esse bom momento do América e a partir daí e nós vimos a realidade que estamos vivendo. Houve outras mudanças, veio o gol do América e nós ficamos sem nada nessa partida”, resumiu.

A partida foi marcada pela influência do VAR, que anulou um pênalti para o Fortaleza, e concedeu uma penalidade para o América. Vojvoda evitou criticar a arbitragem.

“São decisões. É a arbitragem, o VAR… Perde muitas vezes essa essência para a minha missão. Não é essa a essência do futebol. Buscar muito um pênalti, buscar com muitas câmeras… Eu não crítico a arbitragem. Eu crítico porque perde a essência do futebol. Eu acho que isso não traz benefício para o Fortaleza, isso não traz benefício para o futebol“, comentou.

Para conferir a entrevista completa do treinador do Fortaleza, clique no vídeo abaixo:

📸Reprodução/Youtube