No dia 9 de outubro de 2016, o Fortaleza empatou por 1×1 contra o Juventude, pela fase mata-mata da Série C do Brasileiro. O resultado impediu o time tricolor de sair do inferno da 3ª Divisão e classificou a equipe gaúcha para a Série B. Foi a última vez em que o Leão vivia a tragédia de ver um Castelão lotado, não conseguir o tão sonhado acesso.

5 anos depois, nenhum torcedor, que esteve naquele dia na Arena, poderia imaginar o que está prestes a acontecer. Nesta sexta-feira, o Fortaleza tem a chance de escrever um dos capítulos mais incríveis da sua história centenária. Contra o mesmo Juventude, diante de um Castelão lotado, o time tricolor pode conquistar uma inédita e histórica classificação para a Taça Libertadores.

Uma simples vitória poderá garantir o time tricolor no principal torneio de clubes do continente. Mas o duelo diante do Juventude, não deverá ser fácil, como foi aquele outro confronto entre as 2 equipes, na entrega da taça da Série B, quando o Leão marcou 4×1 em uma festa arrebatadora no Castelão, em 2018.

Para o sonho ser concretizado, o Fortaleza deverá mudar de postura, principalmente em relação aos últimos jogos. Nas 7 rodadas anteriores, apenas 1 vitória, suada, ante o Palmeiras, em que foi preciso o VAR anular um gol do adversário nos acréscimos.

Sem contar com o principal zagueiro do time, Marcelo Benevenuto, suspenso, o técnico Juan Pablo Vojvoda teve uma semana para pensar, treinar e definir o substituto: Matheus Jussa ou Jackson. Por outro lado, o ala Lucas Crispim, um dos destaques da equipe durante todo o campeonato, recuperado de lesão, deve voltar à titularidade.

“Nós temos que manter o foco, não ficar ansiosos porque a gente sabe que está muito próximo de conquistar esse objetivo que foi traçado lá atrás. Falta pouco, a gente tem que ter paciência, tem que ter os pés no chão que a hora certa vai chegar para tudo”, declarou o camisa 10 em entrevista coletiva na última segunda-feira.

Com 52 pontos, o Fortaleza está em 6º lugar. Se vencer o Juventude, pula para 55, assume a 5ª posição e não tem como mais ser alcançado pelo 9º colocado. Por isso, estará garantido na 2ª Fase da Pré-Libertadores e ainda na 3ª Fase da Copa do Brasil.

Para completar, no domingo, o Fluminense, 7º colocado, com 51 pontos, vai enfrentar o Bahia, em Salvador. E se o Tricolor carioca não vencer a partida, não terá mais como alcançar o Fortaleza, que, caso ganhe do Juventude, garantirá a vaga na fase de Grupos da Libertadores.

A tarefa leonina, contudo, será bem árdua. O Juventude briga para não voltar à Zona de Rebaixamento e uma vitória pode garantir a permanência na Série A. A equipe terá 2 desfalques. O treinador Jair Ventura, suspenso pelo 3º amarelo, e o zagueiro Quintero, que pertence ao Fortaleza.

📸Leonardo Moreira/FortalezaEC
📸Karim Georges/FortalezaEC