O Blog conversou com o presidente do Ceará, Robinson de Castro, sobre o frenesi causado no futebol cearense, após o Fortaleza anunciar a contratação do atacante Silvio Romero.

“Deixa eu te contar o que aconteceu, Kempes. Pra você entender. Eu fiz uma proposta inicial de 600 mil dólares por ano. Com documento, tá? Depois aumentei para 750 mil e por último, já de boca, não enviei proposta oficial, ofereci 800 mil dólares, por ano. O empresário do Romero veio me dizer que havia outros clubes interessados 1 do catar, 1 dos Estados Unidos e outro do Brasil e que estavam oferecendo o dobro para ele (1,2 milhão de dólares por ano) livre de impostos. Você tem noção do que é isso? O jogador recebe esse salário limpo e seco na conta. Os impostos, a gente tem de se virar pra pagar. A conta não fecha. Saí dessa negociação. Eu não ia mais entrar em leilão. Isso foi há 2 semanas”, explicou o mandatário alvinegro, que continuou.

“Eu não faria loucura. Na verdade, não vou fazer com quem quer seja. Eu tenho responsabilidade. Há exemplos, aqui no Nordeste mesmo, de clubes, que cresceram os olhos, que pensaram que podiam tudo, que contrataram jogadores com preços lá em cima e depois a conta chegou e hoje não estão mais na Série A”, exemplificou.

Robinson falou ainda que vai seguir o planejado e o que havia dito ao Blog nessa quinta-feira sobre novos reforços.

“Eu vou repetir o que lhe disse ontem. Estamos atrás de 1 zagueiro e se houver uma oportunidade de mercado, traremos um homem de frente. Mas sem fazer loucura… Pois tá bom, eu trago um grande nome, alguém ganhando uma fortuna, o atleta não rende, aí quem vai pagar essa conta? Não vou fazer isso. Não vou ser tachado de irresponsável”, declarou.

Para esta temporada, o Ceará contratou 7 atletas: os laterais Nino Paraíba, Michel Macedo e Victor Luís, os volantes Richard e Richardson e os atacantes Iury Castilho e Zé Roberto. No total, neste momento, o técnico Tiago Nunes tem à disposição 31 jogadores:

Goleiros: Richard, João Ricardo, André Luiz e Vinícius Machado.
Laterais: Nino Paraíba, Michel Macedo, Victor Luís, Buiú, Bruno Pacheco e Kelvyn.
Zagueiros: Gabriel Lacerda, Luiz Otávio, Marcos Vitor e Messias.
Volantes: Fernando Sobral, Geovane, Marlon, Richard, Richardson e William Oliveira.
Meias: Léo Rafael, Lima e Vina.
Atacantes: Cléber, Erick, Gabriel Santos, Iury Castilho, Jacaré, Jael, Mendoza e Zé Roberto.

📸Felipe Santos/CearáSC
📸Reprodução/Instagram