O Fortaleza vive um dos melhores momentos da sua centenária história. A temporada 2021 elevou o patamar do clube, que terminou entre os 4 melhores do Brasileirão, os 3 melhores da Copa do Brasil, vaga na Libertadores e o tricampeonato estadual.

Para completar, os excelentes resultados em campo encheram os cofres do Tricolor, que foi às compras e contratou alguns nomes de impacto como os atacantes Silvio Romero, Moisés e Renato Kayzer. Se não bastasse, o início de temporada com 2 vitórias em 2 jogos deram um pequeno sinal do que pode ser a temporada para o time leonino.

Só que já neste sábado, o Fortaleza terá pela frente o maior rival. O 1º Clássico-Rei da temporada é visto por muitos como uma enorme oportunidade para a equipe de Juan Pablo Vojvoda se vingar da goleada por 4×0 no Brasileirão do ano passado, que mexeu com as estruturas do clube.

A derrota acachapante serviu como combustível para jogadores e comissão técnica do Fortaleza se fecharem e focarem no principal objetivo do clube naquela reta final, que era conquistar a vaga para a Libertadores.

Só que agora o ambiente é outro. Não apenas pelo momento vivido dos 2 rivais, mas para os tricolores é hora de mostrar toda essa força conquistada com grana, competição continental e reforços de peso. Assim, nada melhor do que comprovar diante do arqui-inimigo.

Se não bastasse, há ainda um tabu nesse duelo. O Leão ainda não venceu o Ceará pela Copa do Nordeste, desde que o novo formato adotado em 2013. Em 6 jogos, foram 2 vitórias alvinegras e 4 igualdades.

Com o quase o triplo de torcedores presentes na Arena Castelão (dos 19 mil lugares disponibilizados, 14 mil já foram preenchidos pelos tricolores, enquanto os alvinegros ficaram com 5 mil), o clima parece ser de uma nova decisão entre Fortaleza e Ceará, logo mais às 17h45, deste sábado, com transmissão da TV Jangadeiro, Espn e Nordeste FC.

📸Pedro Chaves/FCF
📸Leonardo Moreira/FortalezaEC