O imbróglio envolvendo o afastamento do goleiro Felipe Alves do elenco do Fortaleza pode estar com os dias contatos. O camisa 12 do Tricolor, que desde que o grupo leonino voltou de férias em 10 de janeiro, treina em separado, inclusive em turno diferentes, deve deixar o Pici em breve.

De acordo com o jornalista Fernando Graziani, do Jornal O Povo, Felipe Alves recebeu uma proposta do Juventude e já está em fase final de negociação. O vínculo será de empréstimo até o final desta temporada. O goleiro leonino tem contrato com o Fortaleza até dezembro de 2023.

O salário (de forma integral) será pago pelo clube tricolor, mas o clube gaúcho irá amenizar com um percentual. Os valores e a parte que o Juventude irá compensar não foram revelados.

Felipe Alves foi contratado no final de 2018 a pedido do até então técnico Rogério Ceni. Em 2019, tomou a posição titular de Marcelo Boeck e durante o período de Ceni no Pici era o titular absoluto e virou um dos grandes destaques do time na campanha do Brasileirão daquele ano. Foi batizado pela torcida tricolor de Homem de Gelo, pela frieza não só em baixo das traves, mas por ficar tranquilo com a bola nos pés.

Até mesmo com a chegada de de Vojvoda, ano passado, o goleiro se manteve na posição, mas acabou falhando na derrota por 3×1 para o Ceará, pelo Brasileirão, e perdeu a posição. Voltou depois ao time, mas não conseguiu se manter e viu o final de temporada do banco de reservas com Marcelo Boeck de titular. Em 2021, atuou em 42 jogos. Num deles, no Clássico-Rei pela Copa do Nordeste, onde terminou 0x0, ficou marcado por ter jogado sabendo da morte do pai momentos antes.

📸Ascom/FortalezaEC