O Ceará já não contava com o zagueiro Luiz Otávio (poupado), os volantes Fernando Sobral e Marlon e mais o meia-atacante Lima (todos machucados), e ainda começou o duelo no Interior da Bahia sem João Ricardo, Vina, Mendoza e Zé Roberto.

Assim, com mudanças, desfalques, gramado ruim e um adversário muito mais preocupado com a Copa do Brasil, o Vozão ganhou do Atlético/BA, fora de casa, por 1×0, pela 6ª Rodada da Copa do Nordeste, com gol contra do zagueiro Lídio. E foi um jogo ruim de se ver, mas que valeu pelos 3 pontos, invencibilidade e a melhor defesa da competição.

Nitidamente faltava qualidade e entrosamento ao time alvinegro, que sentiu muitas dificuldades. Só para se ter uma ideia, o goleiro Richard ainda fez duas belas defesas, que evitaram um revés em Alagoinhas. O esforçado Atlético deu bastante trabalho, muito mais pela questão física, do que pela qualidade técnica, que era bem abaixo.

Na etapa inicial, a melhor chance, ou a única, foi com Jacaré, que mesmo após escorregar, quase passou a bola para Iury Castilho fazer o gol. A partida foi bastante truncada, com muitas faltas, interrupções, calor, parada pra hidratação e uma arbitragem bem confusa.

No 2º tempo, Tiago Nunes fez algumas mudanças, colocou Mendoza, Vina e Wescley, mas não adiantou muito e parecia até que o empate seria o resultado mais justo. Só que num contra-ataque, Nino cruzou pra Vina, que iria fazer o gol, mas o zagueiro Lídio colocou pra dentro das próprias redes.

Com o triunfo, o Ceará chegou aos 12 pontos em 6 rodadas disputadas, 3 vitórias e 3 empates, 9 gols marcados e apenas 2 sofridos. É o líder isolado do Grupo B da Copa do Nordeste e caminha a passos largos para a classificação à próxima fase e em 1º lugar.

Pela apresentação da equipe, mesmo com os desfalques, mesmo com o gramado ruim, mesmo com as mudanças, é possível que Tiago Nunes vai poder fazer uma profunda avaliação do que viu, só não sei se vai dar uma bota nota.

📸Felipe Santos/CearáSC