Como o Blog havia antecipado, a eliminação do Ceará no Campeonato Estadual causaria grandes consequências dentro do clube. E na noite desse domingo, 27, foram anunciadas as demissões do diretor executivo, Jorge Macedo, do preparador físico, André Volpe, e do auxiliar técnico, Daniel Azambuja.

“O executivo de futebol Jorge Macedo, o auxiliar técnico Daniel Azambuja e o preparador físico André Volpe não integram mais a comissão técnica do Ceará SC. O clube agradece os serviços prestados e deseja sucesso aos profissionais”, diz a nota divulgada no site oficial do clube.

As saídas dos 3 profissionais, que até então não davam sinais de disfunções (pelo menos publicamente), escancaram as dificuldades que o departamento de futebol do Ceará vinha passando e acabou culminando com o vexame da eliminação no Campeonato Cearense.

Demitir o executivo de futebol, ainda mais Jorge Macedo, que tinha um status poderoso dentro de Porangabuçu, mostra que as contratações não estavam trazendo os resultados desejados. O zagueiro Lucas Ribeiro, que foi a 3ª opção (como revelou o presidente Robinson de Castro em entrevista ao Canal do Blog, no Youtube) é um dos alvos das críticas dos torcedores. Assim como a chegada de outros reforços desde o ano passado que não renderam o esperado como os atacantes Yony Gonzalez, Felipe Vizeu, Rodrigão, o zagueiro Jordan, os laterais Gabriel Santos e Alessandro entre outros.

A saída de Daniel Azambuja também surpreende e comprova que havia algum descontentamento na comissão técnica. Funcionário do clube, Dandan, como é conhecido pelos atletas, não deu continuidade ao trabalho de auxílio ao técnico Tiago Nunes. A demissão revela que havia uma falha de comunicação e com isso travava o trabalho de todos, principalmente do treinador.

Pra completar, André Volpe, preparador físico que chegou dias depois do técnico Tiago Nunes, não trouxe os resultados esperados. Com 8 jogos já disputados na temporada, o elenco ainda não está 100% fisicamente, demonstrou dificuldades na recuperação e a forma de trabalho não agradou.

Em meio ao furacão do adeus ao Estadual, que era prioridade da diretoria, o Ceará já viaja nesta segunda-feira para outra importante decisão na temporada. O time estreia na Copa do Brasil, na quarta-feira, às 19h (com transmissão do Sportv e Premiere), diante do São Raimundo/RR, em Boa Vista.

O Vovô joga pelo empate, se perder também estará fora da competição, pois o confronto é único. Caso avance no torneio Nacional, os alvinegros recebem mais R$ 1,5 milhão e enfrentarão o vencedor do duelo entre Tuna Luso e Novorizontino.

📸Stephan Eilert/CearaSC
📸Israel Simonton/CearaSC