Com Libertadores a disputar e em busca de fazer um ano ainda melhor do que em 2021, quando terminou em 4º lugar na Série A do Brasileiro e 3º na Copa do Brasil, o Fortaleza também elevou seu patamar na folha salarial.

De acordo com o jornalista Alexandre Mota, do Diário do Nordeste, o elenco tricolor tem atualmente uma folha de pagamento de R$ 4,2 milhões por mês. 20% maior que o custo do ano passado, quando gastava mensalmente cerca de R$ 3,5 milhões.

Com as contratações dos atacantes Silvio Romero, Renato Kayzer, Moisés, e dos defensores estrangeiros Ceballos e Landázuri, além do goleiro Fernando Miguel, era esperado não apenas uma evolução no campo, mas também na conta para o departamento financeiro leonino.

Apesar das saídas dos atacantes David e Osvaldo e do volante Éderson, que possuíam um salário acima da média, o time tricolor viu a folha subir de forma natural até pelos objetivos que o clube tem para a temporada 2022. Sem contar as renovações do zagueiro Titi e dos alas Lucas Crispim e Yago Pikachu.

Com Libertadores, Brasileirão, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Campeonato Cearense, o Fortaleza quer fazer bonito em todas as 5 competições. Por outro lado, vale destacar e lembrar que só para disputar a competição continental, o Leão irá receber mais de R$ 16 milhões. Ou seja, 4 meses de folha já garantidas.

📸Reprodução/Instagram