Bem diferente das declarações de vários treinadores do futebol brasileiro, que repetidamente lamentam da falta de treinos e da incrível sequência de jogos do calendário nacional, o técnico do Fortaleza, Juan Pablo Vojvoda, foi direto ao ser questionado sobre o assunto.

Em entrevista coletiva, após a derrota para o Colo-Colo, por 2×1, na estreia na Libertadores, o comandante tricolor foi indagado sobre a maratona de jogos e competições, que o Fortaleza terá pela frente.

Após ganhar a Copa do Nordeste, no último domingo, o Leão jogou nessa quinta-feira, pela competição continental, no fim de semana vai estrear no Brasileirão e nas próximas semanas vai jogar as finais do Campeonato Cearense e ainda debutar na Copa do Brasil.

“Eu prefiro jogar a cada 3 dias. Eu prefiro jogar a Libertadores, estar em finais de Cearense, de Copa do Nordeste e agora Campeonato Brasileiro. Eu necessito disso. Os jogadores necessitam disso. E o Fortaleza está preparado para isso também. O planejamento é a partir de amanhã (sexta-feira) para a recuperação de cada jogador. Temos um bom elenco, sempre falo com eles, com os jogadores, que não estão atuando agora os 90 minutos, porque todos os jogadores nós necessitamos. Necessitamos de cada um deles. E eu confio nisso também”, destacou Vojvoda.

O discurso também foi seguido pelo ala Pikachu, um dos destaques da equipe e titular absoluto do treinador argentino.

“A gente está preparado para isso. A gente escolheu essa profissão. A gente reclama muito, quando tem semana cheia, jogar domingo e domingo é chato pra nós jogadores, porque a gente treina a semana toda. Então, às vezes a gente acaba reclamando. E quando tem esses jogos domingo e quarta, quinta, sábado e quarta, a gente gosta, porque a gente quer estar jogando. Por exemplo, hoje, a gente vem de um resultado negativo e a gente quer logo mudar a chave, já quer voltar a vencer novamente e temos a certeza que o nosso torcedor pensa dessa forma. A gente tem de olhar pelo lado positivo de ter essa sequência de jogos, apesar de ser competições diferentes, o foco é o mesmo e o trabalho continua da mesma forma. Então, a gente tem que se preparar da melhor maneira possível, estratégia para cada equipe para a gente fazer bem em todas as competições e todos os jogos que fizermos durante o ano”, declarou o camisa 22 tricolor.

O Fortaleza volta a campo no próximo domingo, às 18h, na Arena Castelão, onde encara o Cuiabá, pela 1ª Rodada da Série A do Brasileirão. Em seguida viaja a Argentina, onde na quarta-feira, 13, pega o River Plate. Depois, sai de Buenos Aires e vai a Porto Alegre encarar o Internacional, pelo Brasileirão. Volta para a Capital cearense para encarar o Vitória pela Copa do Brasil.

📸Leonardo Moreira/FortalezaEC
📸Felipe Cruz/FortalezaEC