Aqueles jogos que muitos gostam de apontar com mais tranquilos, contra adversários não tão badalados, não deve mais aparecer para o Ceará no restante desta temporada. Não bastasse precisar suar e muito para vencer de virada o argentino Independiente, por 2×1, na estreia na Sul-Americana, o Vozão agora tem pela frente o atual bicampeão da Libertadores.

O duelo contra o Palmeiras é logo na estreia no Brasileirão e fora de casa. A partida está marcada para esse sábado, às 21h, no Allianz Parque, em São Paulo (com transmissão do Premiere). E o técnico Dorival Júnior tem desfalques.

O novo treinador alvinegro, que estreou com vitória diante do Rei das Copas, na última terça-feira, na Arena Castelão, segue sem poder contar com o lateral-esquerdo Victor Luís, que está machucado e também tem contrato vinculado ao Verdão.

O atacante Dentinho, um dos últimos reforços do clube, não viajou, assim como o meia Léo Rafael e o lateral Kelvyn. O departamento médico do Ceará só divulga o boletim 1 hora antes da partida e somente assim será possível saber o motivo das ausências desse trio.

Dessa forma, o Vovô não deve ter muitas mudanças em relação ao jogo da Sul-Americana, pelo menos é o que se espera da formação que atuou no segundo tempo, quando Zé Roberto entrou em campo e Vina passou a atuar mais no meio.

Por outro lado, Lima e Erick podem sobrar, para que Richard permaneça no meio. A ideia de um 4-4-2 não está descartada para encarar o Palmeiras, que vem de goleada com o time misto diante do Deportivo Táchira pela Libertadores, fora de casa, por 4×0.

Dorival Júnior, no entanto, já avisou que não segue muito essa prática de numerologia tática, mas para o leitor entender um pouco, a ideia é que o treinador alvinegro possa colocar em campo uma formação mais recheada no meio.

Com isso, os laterais podem ter mais liberdade de atacar, assim como a velocidade de Mendoza também ser explorada. Deixando a responsabilidade das finalizações para Vina e Zé Roberto, mas também com os volantes arriscando de fora da área.

Assim, o Ceará pode entrar em campo com: João Ricardo, Nino Paraíba, Messias, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Richard, Fernando Sobral, Rodrigo Lindoso e Vina; Mendoza e Zé Roberto.

📸Pedro Chaves/FCF
📸Felipe Santos/CearáSC
📸Kely Pereira/AGIF