Foto: Felipe Santos/Ceará SC

A 5ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) marcou para a próxima sexta-feira, às 11h30, no plenário da corte, no Rio de Janeiro, o julgamento do meia-atacante Vina, do Ceará, pela expulsão na partida contra o Palmeiras, na 1ª Rodada do Brasileirão, quando o Vovô ganhou por 3×2, no Allianz Parque.

Na súmula da partida, o árbitro Caio Max (CBF/RN) relatou que o camisa 29 do Ceará recebeu o cartão vermelho por “segurar seu adversário de maneira acintosa […] e ao ser expulso proferiu as seguintes palavras: Isso é uma vergonha, respeitem o Ceará”.

Vina foi incurso no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e assim, caso seja condenado, poderá pegar uma pena de 1 a 6 partidas de suspensão.

Art. 258: Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código.
Pena: suspensão de uma a seis partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se
suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de quinze a
cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código.
§ 1º É facultado ao órgão judicante substituir a pena de suspensão pela de advertência se a infração for de pequena gravidade.
§ 2º Constituem exemplos de atitudes contrárias à disciplina ou à ética desportiva, para os fins deste artigo, sem prejuízo de outros:
I – desistir de disputar partida, depois de iniciada, por abandono, simulação de contusão, ou tentar impedir, por qualquer meio, o seu prosseguimento;
II – desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões.