Foto: Divulgação/Copa do Nordeste

Depois de mais de 1 mês da realização da partida, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) marcou a audiência que vai julgar as infrações e incidentes ocorridos na Final da Copa do Nordeste, no Castelão, em que o Fortaleza ganhou do Sport por 1×0 e sagrou-se campeão.

No edital de intimação, vão a julgamento as agremiações: Fortaleza e Sport, o árbitro Marielson Alves Silva, o atacante Robson, do Fortaleza, o treinador do Sport, Gilmar Dal Pozzo, e o preparador de goleiros do time pernambucano, Jorcey Anisio Santos.

Na súmula da partida, o árbitro baiano relatou as expulsões do atacante Robson e do preparador Jorcey, além de ter escrito que foi arremessado um celular ao campo próximo ao goleiro do Sport e houve a (famigerada) queda de energia.

Com isso, todos infringiram artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva e por isso foi intimados:

Confira abaixo o que cada artigo pode apenar os infratores: