Foto: Felipe Santos/Ceará SC

Dois jogadores do Ceará usaram os seus respectivos perfis nas redes sociais para alertar sobre o famigerado “Golpe do WhatsApp”. Dentinho e Vina estão sendo vítimas de criminosos através do aplicativo mais utilizados para troca instantânea de mensagens, fotos e vídeos.

Nesse tipo de golpe, o criminoso cria um perfil no aplicativo com fotos roubadas de redes sociais e começa a conversar com parentes e amigos se passando pelo usuário fingindo que trocou de número e que o contato deve apagar o velho. Em seguida, começa a pedir dinheiro usando desculpas para justificar as transferências.

Em muitos casos, o contato acionado cede ao pedido de ajuda e faz transferências, paga falsas contas. Uma das estratégias usadas pelos bandidos é dizer que está em um local com conexão ruim para deixar a pessoa que recebe a mensagem ainda mais assustada e fazer com que ela não pense muito para transferir os valores.

Nos stories, do Instagram, Vina deixou o alerta: “Golpe Golpe Golpe. Chegou a vez de se passarem pelo Vinicius Goes!”. Enquanto Dentinho publicou: “Tem um mau caráter querendo aparecer! Isso é golpe! Não mudei meu número. Cuidado!”

Dentinho está machucado. Ele sofreu um trauma no joelho esquerdo durante um treinamento e faz tratamento no departamento médico do clube. O camisa 31 alvinegro não atua desde o jogo contra o General Caballero, pela Sul-Americana, em 17 de maio, quando saiu no intervalo sentindo uma lesão muscular.

Enquanto Vina, que foi um dos destaques da vitória do Ceará no Clássico-Rei da última quarta-feira, contra o Fortaleza, deve ser titular novamente no duelo desse sábado, diante do Coritiba, às 19h, no Castelão, pela Série A do Brasileiro.