Foto: Heuler Andrey/Dia Esportivo

1 semana depois de causar enorme polêmica no empate do Ceará contra o Goiás, por 1×1, na Serrinha, pelo Brasileirão, o árbitro Wagner Nascimento Magalhães vai apitar o 1º Clássico-Rei decisivo das Oitavas de Final da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira, às 20h, na Arena Castelão.

Magalhães causou indignação aos Alvinegros na partida em Goiânia por ter marcado o pênalti, que originou o gol de empate do Goiás, aos 40min do 2º tempo, e expulsou o lateral-esquerdo Bruno Pacheco. Pra completar, não marcou um pênalti em cima do atacante Mendoza nos acréscimos do jogo.

Nas redes sociais, o Presidente do Ceará, Robinson de Castro, lembrou que havia feito uma representação contra o árbitro, criticou a escolha e pediu à CBF para mudar.

Vale lembrar ainda que Wagner Magalhães, que é do quadro da Fifa/RJ, apitou ano passado Ceará 1×1 Fortaleza no jogo de ida da 3ª Fase da Copa do Brasil.

Ceará e Fortaleza estão invictos e sem tomar gols na Copa do Brasil. Os alvinegros, que estão desde o início do torneio, eliminaram São Raimundo/RR (3×0), Tuna Luso/PA (2×0) e Tombense (2×0 e 2×0). Enquanto os tricolores só entraram na 3ª fase passaram pelo Vitória/BA (3×0 e 1×0). Quem avançar às quartas de final vai receber uma premiação de R$ 3,9 milhões.