Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Em reunião com dirigentes das federações e dos clubes participantes da Série D do Brasileiro, nesta terça-feira, 05, a CBF resolveu estender a premiação aos times, que vão continuar no Campeonato. Vale lembrar que no início da competição, a entidade já havia liberado um aporte de R$ 150 mil as 64 agremiações.

Agora, a CBF vai premiar os 32 clubes classificados para a 2ª Fase com um valor de R$ 150 mil. E quem for o campeão receberá R$ 500 mil, enquanto o vice embolsará R$ 300 mil.

2 clubes cearenses estão de olho nessa nova bolada, que pode vir. No Grupo B, o Pacajus está em 5º lugar com 16 pontos e na próxima rodada pode voltar ao G4 e seguir firme na luta pela classificação. A equipe do técnico Oliveira Canindé já chegou a liderar a chave, mas caiu de produção e tenta se reencontrar na competição para sonhar com a classificação e o acesso.

Enquanto no Grupo C, o Icasa está em 3º lugar com 20 pontos e vem de uma arrancada incrível desde a chegada do técnico Leandro Campos com 3 vitórias consecutivas. O Verdão que havia oscilado bastante na competição, agora parece ter se encontrado e vai em busca não apenas da classificação, mas também do sonhado acesso para voltar a disputar a Série C do Brasileiro.

Foto: Segundo Filmagens

Faltam apenas 2 rodadas, se o Icasa vencer a próxima rodada, já garante vaga na próxima fase. Enquanto ao Pacajus, para não depender de ninguém precisa vencer os 2 jogos que restam para se classificar.

Vale lembrar que o outro representante cearense na Série D é o Crato, mas o Azulão é o último colocado do Grupo C e não tem mais nenhuma chance de avançar na competição.