Foto: Carvalho Marques/Arena Castelão

Melhor jogador e artilheiro do Fortaleza na temporada, Yago Pikachu não vai permanecer no clube tricolor. O jogador aceitou a proposta do Shimizu S-Pulse, do Japão, time comandado pelo técnico Zé Ricardo, que vai pagar a multa de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5 milhões).

A informação foi divulgada inicialmente pelo jornalista Venê Casagrande, que revela ainda que Pikachu vai ganhar 3 vezes mais o salário recebido no Fortaleza.

A saída de Pikachu é um pancada forte nos tricolores. Não apenas pelo que o atleta faz dentro de campo, mas principalmente porque não há uma reposição à altura no elenco e no mercado, que possa fazer a função do camisa 22 tricolor.

Há pouco tempo, este Blog fez uma artigo sobre a capacidade de Pikachu atuar em várias posições e ajudar o Fortaleza com assistências, gols, vitórias, conquistas e títulos. Inclusive, o questionamento refletia se o ala leonino estivesse jogando em um clube sudestino era quase certo a grande mídia, pelo menos, cogitar o nome dele para uma convocação à Seleção Brasileira.

Neste ano, Pikachu participou de 42 jogos, marcou 17 gols e ainda deu 8 assistências. Fez o gol do título da Copa do Nordeste, foi Campeão cearense e assinalou os 2 gols da vitória sobre o Ceará, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Na temporada passada, foram 50 partidas, 12 gols e 8 assistências, além do título estadual, vaga na Libertadores e ainda foi escolhido para integrar a Seleção do Campeonato Brasileiro, onde foi eleito um dos Craques da competição.

No último jogo com a camisa tricolor, contudo, na derrota por 3×0 para o Estudiantes, em La Plata, pela Libertadores, Pikachu recebeu o único vermelho atuando pelo Fortaleza, saiu de campo chorando e o time leonino foi eliminado da competição.