Foto: Renato Manso/Futebolês

Não foi como na partida Fortaleza 0x0 Palmeiras, quando o Estádio ficou completamente na escuridão, mas outra vez a Arena Castelão sofreu com problemas de queda de energia durante uma partida do Brasileirão.

Dessa vez, durante o aquecimento dos jogadores de Ceará e Avaí, parte dos refletores da Arena desligou. Os times e arbitragem, contudo, ficaram prontos para começar o jogo, mas depois de quase 30min de espera, o árbitro pediu que os atletas voltassem aos vestiários para não prejudicarem o condicionamento físico devido não haver previsão de voltar a energia.

Depois de os refletores ligarem e desligarem por algumas vezes, enfim, tudo se normalizou com quase 50min de atrasado. A bola estava prevista pra rolar às 21h30, mas só girou mesmo às 22h17.

Diferentemente do que aconteceu há 9 dias, quando houve uma sobrecarga numa subestação da Enel, próximo ao Castelão e causou um apagão sem precedentes na Arena, que provocou o fim da partida Fortaleza 0x0 Palmeiras, e muita confusão nas arquibancadas, dessa vez, a Enel informou que “não houve nenhum registro de ocorrência na rede que atende ao Castelão”.

Foto: Garibaldi Soares/Canal do Vozão

A administração da Arena se pronunciou nesta quarta-feira, 20, confira ao final da matéria.

É 3º problema de queda de energia que ocorre no Castelão nos últimos 4 meses. O 1º foi em abril, durante a final da Copa do Nordeste Fortaleza 1×0 Sport. Em todos, o gerador não funcionou.

Vale lembrar que na semana passada, a administração da Arena Garantiu que tudo tinha sido resolvido com a manutenção e testagem de 7 geradores, que abastecem o Estádio Castelão.

Em nota, Secretaria do Esporte e Juventude (SEJUV), que administra a Arena explicou o que aconteceu:

“Faltando 25 minutos para o início da partida entre Ceará e Avaí tivemos uma queda na iluminação de campo nos setores S4, S5 e S6 que ficam sobre a arquibancada superior central. O sistema de geradores funcionou normalmente, mas a iluminação de campo não segurava a energia. Tendo em vista esse problema, tivemos que desligar a subestação número quatro e fazer uma operação manual. Por uma questão de segurança, tendo em vista que é uma área energizada, demandou um tempo maior para o estabelecimento da energia que ocasionou o atraso no início da partida. A partida transcorreu normalmente sem maiores problemas”

Abaixo, veja o que disse secretário Rogério Pinheiro, da SEJUV, ao jornal O Povo:

“Faltando 25 minutos para o início da partida entre Ceará e Avaí tivemos uma queda na iluminação de campo nos setores S4, S5 e S6 que ficam sobre a arquibancada superior central. O sistema de geradores funcionou normalmente, mas a iluminação de campo não segurava a energia. Tendo em vista esse problema, tivemos que desligar a subestação número quatro e fazer uma operação manual. Por uma questão de segurança, tendo em vista que é uma área energizada, demandou um tempo maior para o estabelecimento da energia que ocasionou o atraso no início da partida. A partida transcorreu normalmente sem maiores problemas.