Quando o Fortaleza anunciou, no final de junho, de maneira surpreendente, a contratação do atacante Thiago Galhardo, muitos chegaram a falar que o jogador, com 33 anos e que não conseguiu se firmar nos últimos clubes, não daria certo no Pici.

Foram precisos apenas pouco mais de 3 meses para quem afirmou pedir perdão ao camisa 91 Tricolor. Em 15 jogos, 5 gols, 2 assistência, muita raça, disposição, dancinhas, amizade no elenco e um carisma que contagiou os torcedores.

A vitória gigante em cima do américa/MG, por 2×1, no Independência, neste sábado, com 2 gols de Galhardo só comprovam a grande fase em que vive o atacante leonino. Ele já havia feito 1 na partida anterior, no triunfo por 2×1 sobre o Avaí.

Sempre com sorriso aberto, querido pelo grupo, inclusive por antigos desafetos, como o goleiro Marcelo Boeck, Galhardo vive uma fase incrível e não nega que está num grande momento.

Sinal de que se a fase persistir é capaz de concretizar o que falou na sua apresentação, após ser contratado: de ficar no Fortaleza até se aposentar.