Golaço de Placa

A rede social Tik Tok, parceira da Copa do Nordeste, criou uma premiação: o Lampião de Ouro. E com o nome de duas categorias bem curiosas: “Celebração Porreta” (melhor comemoração) e “Cabra Revelação” (melhor jogador jovem), e quem vai decidir é o torcedor. Além do prêmio simbólico, o jogador escolhido com a “Celebração Porreta” vai ganhar R$ 10 mil para doar a uma instituição de caridade da preferência do próprio atleta.

Justiça Tarda, Mas Não Falha

Dois anos depois, um torcedor do Bahia ganhou na Justiça uma indenização do Palmeiras. Em 2019, o fã do Tricolor Baiano foi acompanhar um jogo do time no Allianz Parque, mas havia uma rede no setor destinado aos visitantes, que impedia visão do campo de jogo. O torcedor entrou com um processo por danos morais e materiais. A sentença para a reparação moral já saiu R$ 2 mil, ainda falta a outra parte, em que ele gastou com hotel, transporte e passagens para sair de Salvador até São Paulo e não conseguir ver a partida.

Rival Pressionado

Adversário do Fortaleza no próximo sábado, o Bahia apenas empatou com o Montevideu City por 1×1 pela Copa Sul-Americana, no Uruguai. A torcida baiana, pelo menos nas redes sociais, demonstra um descontentamento enorme com o time do técnico Dado Cavalcanti. Os comentários são de que a equipe está jogando uma bolinha murcha e se continuar assim vai ser eliminada sem dificuldades pelo Tricolor do Pici.

Reivindicação Coral

O Presidente do Ferroviário, Newton Filho, foi à sede da CBF, no Rio de Janeiro, e se encontrou com o Presidente da entidade, Rogério Caboclo. O mandatário coral deu uma camisa do Peixe e recebeu uma da Seleção Brasileira. Na pauta: dois temas: Direitos de transmissão da Série C com representantes da DAZN e Mycujoo e claro o crime na partida contra o América/MG. Participaram do encontro o Presidente da FCF, Mauro Carmélio, e o diretor de futebol do Ferrão, Artur Boin. Esperar pra ver os próximos capítulos dessa empreitada coral em busca de uma reparação incalculável.

Agradecimento Especial

Autor do 3º gol do Ceará na vitória sobre o Jorge Wilstermann, o meia Vina não escondeu de forma alguma a emoção e o choro pelo tento marcado. O primeiro na temporada. De acordo com o camisa 29, a cobrança não era nem da torcida ou da comissão técnica e nem do elenco alvinegro, mas, sim, dele mesmo. O meio-campista alvinegro fez questão de dedicar o gol ao torcedor do Ceará pelo apoio, inclusive com a hashtag #fechadocomvina.

Horário Nobre

Quem acompanha o Jornal Nacional deve ter percebido que no intervalo do programa já foi exibido um comercial do sócio torcedor do Ceará. O objetivo do departamento de marketing do clube alvinegro é massificar a marca Vozão e obviamente atrair mais torcedores para se associar. O investimento, contudo, não é barato. Os valores não foram revelados, mas para quem consegue uma receita superior a R$ 10 milhões por ano com os sócios, um comercial no noticiário mais importante do País é apenas a cereja do bolo.

Camisa 9

O Fortaleza não desistiu de contratar mais um centroavante para a temporada 2021. A saída de Tiago Orobó, por empréstimo para o Londrina, já estava nos planos da diretoria e a caça ao Camisa 9 continua. Porém, os dirigentes tricolores não estão com pressa e seguem monitorando o mercado em busca de um atleta, que possa encaixar nas necessidades da comissão técnica e tenha um custo de acordo com o orçamento do clube.

Cobertura in loco

O chefe da equipe de esportes do Futebolês (plataforma de esporte do Sistema Jangadeiro), Jussie Cunha, revelou que está fazendo de tudo para que o repórter Danilo Queiroz, setorista do Ceará, consiga acompanhar o time alvinegro nas partidas internacionais pela Copa Sul-Americana. Jussie, contudo, lamentou a enorme dificuldade de logística das viagens e também para entrar na Argentina e na Bolívia, países onde o Ceará vai jogar. Os entraves vão desde passagens aéreas e comprovantes de vacinas, até exames de Covid para apresentar em terras estrangeiras.

Ajuda, São Pedro

No duelo do Ceará contra o Jorge Wilstermann, vários jogadores escorregaram no gramado do Castelão. Apesar de o campo de jogo só ser liberado para partidas oficiais apenas uma vez por semana, em oito dias serão 4 partidas. Duas já foram realizadas e haverá mais 2 jogos no próximo sábado. O Fortaleza, que ficará para a última partida, às 20h30, é o que vai mais sofrer com o estado do gramado no fim de semana pela Copa do Nordeste. É torcer para que não chova na Capital. Se não, a situação pode ser ainda pior.

📸 Reprodução

📸 Lucas Figueiredo/CBF

Coluna Partículas Atômicas do Blog Nº 11