Há um mês, no dia 8 de maio, o time do Ceará entrava em campo precisando de apenas um empate para garantir o tão sonhado tricampeonato invicto na Copa do Nordeste. O elenco e o treinador Guto Ferreira viviam em Lua de Mel com a torcida em meio ainda uma euforia por um empate histórico na altitude de La Paz pela Copa Sul-Americana.

30 dias depois, o casamento parece viver seu pior momento. O Ceará perdeu o título da Copa do Nordeste, não conseguiu impedir o maior rival de ser tricampeão cearense e ainda foi eliminado da Copa Sul-Americana (na altitude). Para completar, no último final de semana, apresentou um futebol bem abaixo e perdeu a primeira partida na Série A do Brasileiro, jogando na Vila Belmiro para o Santos.

Por outro lado, Guto Ferreira e seus comandados podem apagar tudo isso (mais uma vez) com uma simples vitória sobre o Fortaleza na próxima quinta-feira, 19h, no Castelão. O duelo de volta pela Copa do Brasil, além da vaga nas oitavas de final e da premiação de R$ 2,7 milhões, pode acabar a turbulência e trazer a paz para Porangabuçu.

O clima é de enorme insatisfação do torcedor alvinegro com o rendimento da equipe, que em abril, havia virado até destaque no jornal AS da Espanha como sensação do futebol sul-americano. Os torcedores mais exaltados pedem a saída do treinador, contratações e o banco para jogadores badalados como o astro da equipe, o meia Vina.

Por isso, a partida diante dos tricolores é considerada por muitos como um grande divisor de águas para o Ceará. Uma eliminação pode até encerrar a era do técnico Guto Ferreira, ou mexer na estrutura do elenco. Por outro lado, uma classificação vai ser comemorada como um título e vai ratificar o trabalho do atual técnico alvinegro.

Para isso, o Ceará vai ter de mudar de estratégia e alterar algumas peças. Sem poder contar (até o momento) com Gabriel Dias, Jael e Mendoza (suspenso pelo STJD), além de Messias (que já participou da Copa do Brasil), Guto ainda pode ficar sem Lima e Luiz Otávio, que se recuperam de lesões. Ou seja, são pelo menos 5 atletas considerados titulares.

A tão badalada estratégia de ter um elenco grande e de qualidade propagada lá no início da temporada, tem de ser colocada à prova agora. Depois de perder tudo o que disputou na temporada, somente uma classificação milionária em cima do maior rival, pode fazer com que o casamento volte à Lua de Mel.

📸 Divulgação/CearaSC