Sessão da Tarde

A TNT, uma das detentoras dos direitos de transmissão da Série A do Brasileiro, solicitou à CBF a mudança de horário da partida entre Ceará e Bahia, na próxima quinta-feira, 17, na Arena Castelão. A entidade, obviamente, atendeu. Com isso, o duelo entre alvinegros e tricolores, que reeditaram a Final da Copa do Nordeste no mês passado, vai ser realizado às 16h, de uma quinta-feira útil. Ainda bem que não o público não pode comparecer, porque seria difícil.

Conversa Rápida

As coletivas de imprensa pós-jogo dos treinadores Guto Ferreira (Ceará) e Juan Pablo Vojvoda (Fortaleza) não duram mais do que 15 minutos. Antes da pandemia, com os repórteres presentes e ao vivo para questionarem os respectivos comandantes técnicos das duas agremiações, as entrevistas duravam até mais de 30 minutos. Agora, com perguntas enviadas via WhatsApp e sem o ao vivo, tanto o treinador alvinegro, quanto o tricolor respondem sem muitas delongas e de vez em quando já avisando que respondeu a indagação na questão anterior.

Clássico Nordestino

Segunda-feira também é dia de futebol e de um jogaço pela Série C do Campeonato Brasileiro. Logo mais, 20h, na Arena Castelão, o Ferroviário recebe o Santa Cruz, pela 3ª Rodada do Grupo A. O Peixe está invicto na Competição (um empate e uma vitória), enquanto o time pernambucano busca o primeiro triunfo. Lembrando que a partida será transmitida com exclusividade pela plataforma de Streaming DAZN.

Crise e Boatos

Em tempos de redes sociais, quando um clube entra em crise por maus resultados a boataria sobre os motivos pululam numa velocidade incrível. O time do Ceará vive esse momento de dificuldade. Então, jogadores como Mendoza (machucado) e Felipe Vizeu (que nem sequer viajou para Chapecó) se tornam alvos para as mais variadas conspirações. Momento ainda mais importante para os torcedores focarem em veículos com credibilidade e acreditarem em quem faz notícia com profissionalismo.

Crista da Onda

Ainda sem perder no comando do Fortaleza, Juan Pablo Vojvoda consegue mostrar algo que até então era difícil de ser ver por esses lados alencarinos: não reclamar do elenco e nem da arbitragem. Claro que a boa fase do time tricolor, aliada aos resultados positivos ajudam, mas é só lembrar dos tempos de Rogério Ceni (que fez o trabalho mais brilhante na história do clube). O ex-treinador leonino sempre que podia, mesmo em momentos de leveza, gostava de cutucar que o Fortaleza tinha uma das folhas mais baixas, um orçamento pequeno e um elenco de poucos atletas.

Faltam 10

A Seleção Brasileira estreou com vitória na Copa América e sem sofrer sustos contra a Venezuela. Vitória por 3×0 com gols de Marquinhos, Neymar e Gabigol. Aliás, mais uma ótima partida do camisa 10 do Brasil, que igualou a marca de Ronaldo, com 67 gols, e se tornou o 2º maior artilheiro da Seleção. Agora, Neymar está atrás apenas de Pelé, que tem 77. O Brasil volta a campo na próxima quinta-feira, 17, diante do Peru, às 21h, no Estádio Nilton Santos, no Rio, com transmissão do SBT e da ESPN Brasil.

Cacique Cearense

Além do Fortaleza, apenas o Guarany de Sobral venceu no Campeonato Brasileiro neste final de semana entre os times cearenses. O time do técnico Vladimir de Jesus bateu o Moto Club, por 2×0, em pleno Nhozinho Santos, e assumiu a liderança isolada do Grupo A02 da Série D do Brasileiro, com seis pontos, duas vitórias em dois jogos. Já os outros cearenses seguem sem vencer. O Atlético empatou por 2×2 com o Treze, no Domingão, e o Caucaia perdeu de virada para o Central, por 3×2, lá em Caruaru. Na Série C, o Floresta também perdeu para o Manaus, por 2×1, na Arena Amazônia.

Alívio Para o Mundo

A cena do dinamarquês, Christian Ericksen no último sábado foi sem dúvida alguma a mais forte do final de semana. Ainda teve a esposa entrando em campo para ver como ele estava e sendo contida pelos companheiros foi algo muito emocionante e comoveu toda a comunidade esportiva. Graças a Deus e aos profissionais da saúde que o atenderam, o camisa 10 da Dinamarca conseguiu sobreviver e agora vai passar por uma bateria de exames para saber o motivo da parada cardíaca. Num mundo já rodeado por tragédias, seria algo terrível perder em campo uma estrela do futebol. Que possamos agradecer sempre a Deus pelo dom da vida.

📸 Lucas Figueiredo/CBF

Coluna Partículas Atômicas do Blog Nº 44