Nesta terça-feira, a 2ª Comissão Disciplinar do STJD vai julgar o volante Charles, do Ceará, pela expulsão na primeira partida da Final da Copa do Nordeste, ocorrida, no dia 1º maio, no Estádio Pituaçu, em Salvador. O time alvinegro venceu o jogo por 1×0, gol do atacante Jael.

Charles foi denunciado pela procuradoria do tribunal e incurso no artigo 254 do CBJD. Assim, se condenado pode pegar até seis partidas de suspensão. O volante alvinegro, contudo, já cumpriu a automática no duelo de volta, no Castelão, no dia 8 de maio.

Vale lembrar que o elenco alvinegro já sofre com 7 desfalques por COVID (o goleiro Richard, os zagueiros Klauss, Alan Uchôa e Luiz Otávio, o volante Fabinho e os atacantes Rick e Cléber). Sem contar que o volante William Oliveira, o goleiro João Ricardo e o atacante Jacaré estão fora se recuperando das respectivas cirurgias realizadas.

Aliás, a final da Copa do Nordeste fez o STJD suspender três jogadores do Ceará por se envolverem numa confusão generalizada, após o jogo. O lateral Gabriel Dias, e os atacantes Jael e Mendoza foram punidos com 6, 7 e 8 jogos respectivamente. Mas o clube conseguiu efeito suspensivo e aguarda novo julgamento.

O Ceará volta a campo na próxima quinta-feira, 24, diante do Atlético/MG, às 19h, na Arena Castelão, pela 6ª Rodada da Série A do Brasileiro. O Vovô tem 5 pontos e ocupa a 12ª colocação.

📸 Fernando Fereira/Cearasc