Depois estar perdendo por 2×0, na casa do adversário e faltando apenas 7 minutos para o fim do tempo regulamentar, o Fortaleza foi buscar o empate contra o São Paulo, por 2×2, na noite dessa quarta-feira, no Morumbi, pelo jogo de ida das Quartas de Final da Copa do Brasil.

Essa recuperação e principalmente reação do time leonino foi explicada pelo técnico Juan Pablo Vojvoda em entrevista coletiva após a partida.

“Nós fomos em busca do empate. Confio muito nos meus jogadores, porque eu conheço. Convivo com eles. Estou todo dia com meus atletas. Acredito que são profissionais com espírito de luta constante. O espírito do nosso time sempre é de buscar a partida. E quando se busca o ataque, às vezes acontecem erros. Mas eu fico com a mentalidade de sempre. Com inteligência de ir em busca do ataque. A mentalidade tem que ser de uma equipe que quer sempre mais. Psicologia, mentalidade. No futebol, isso é muito importante. Nós temos jogadores com forte personalidade, que são fortes tecnicamente e se adaptam à nossa tática. Mas nesses jogos, nesses momentos difíceis, tem de aparecer a raça dos jogadores. E hoje apareceu. Raça e personalidade para jogar esses tipos de jogos” relatou o comandante do Fortaleza.

Vojvoda também fez questão de ressaltar que o sonho pela vaga ainda está em aberto e que ainda faltam 90 minutos para saber quem vai à semifinal.

“Este jogo dura 180 minutos. Foram apenas os primeiro 90 minutos. Esta eliminatória ainda não está fechada. Agora, temos de pensar em recuperação e na partida contra Cuiabá“, concluiu.

O Fortaleza chega à Capital cearense na manhã desta quinta-feira e só se reapresenta nessa sexta-feira, às 16h, no Centro de Excelência Alcides Santos. A próxima partida é pelo Brasileirão diante do Cuiabá, segunda-feira que vem, às 21h30, no Castelão. O duelo de volta contra o São Paulo será somente no dia 15 de setembro, uma quarta-feira, às 21h30, também no Castelão.

📸 Leonardo Moreira/FortalezaEC