Após a goleada histórica por 4×0, em cima do maior rival, Fortaleza, na noite dessa quarta-feira, no Castelão, o técnico Tiago Nunes respondeu aos questionamentos sobre a partida. Sereno e muito consciente nas palavras, o treinador alvinegro começou agradecendo ao torcedor.

“Uma vez mais, gostaria de agradecer ao nosso torcedor, que veio mesmo não sendo o mandante do jogo. Tomou conta do seu lugar reservado, nos incentivou, vibrou, chorou junto com a equipe, de alegria, de emoção, por ver uma equipe que representou com amor a camisa do Ceará. Agradecer ao torcedor por esse empenho, por estar aqui com a gente desfrutando desse jogo”, declarou, treinador, que em seguida falou sobre o jogo.

“O diferencial, no meu ponto de vista, foi a mentalidade. A mentalidade vencedor. A mentalidade de buscar a vitória, de não desistir, de competir no duelos defensivos. Demonstrar, desde o primeiro lance, que estava presente no campo que gostaria de vencer o seu adversário, jogando futebol, jogando na bola, competindo dentro da regra do jogo. Então, esses foram os diferenciais que fizeram com que nossa equipe tivesse capacidade de merecer não só a vitória, mas o placar elástico de 4 a 0. Além disso, conseguir também a vitória fora de casa. Mesmo sendo um jogo local, mas com mando de campo do rival, tivemos nossa vitória fora e nos traz uma confiança para o restante da competição”, analisou.

Tiago Nunes também foi questionado sobre a sensação de disputar o primeiro Clássico-Rei e também sobre a estratégia montada para vencer o rival.

“Eu participei de muitos clássicos dentro do cenário nacional. E hoje foi um clássico especial. Porque se tratava do meu primeiro clássico aqui. Uma cidade em que fui muito bem recebido, um clube em que fui muito bem recebido, acarinhado pelos torcedores, direção, atletas. Participar de um momento especial desse jogo com uma vitória marcante foi extraordinário. É um sentimento que contaminou todos os atletas, taticamente nós fizemos uma partida extraordinária, conseguimos fechar os principais espaços do adversário na fase defensiva e na nossa parte ofensiva fomos muito bem tanto na construção, como no jogo de velocidade. Então, estrategicamente os atletas se doaram, fizeram o que tínhamos combinado e fizeram uma atuação que eleva o nosso nível na competição”, respondeu.

Sobre um dos principais nomes da partida, o meio-campista, Vina, o treinador alvinegro não poupou elogios.

“O Vina é um cara diferente. É um cara que faz as coisas ficarem mais fáceis. É um atleta extremamente competitivo, que quer ganhar sempre. Estou muito feliz pelo momento em que ele está vivendo. É um grande jogador e principalmente é um grande homem, um cidadão. Tô tendo o prazer de trabalhar com ele nesse momento e assim como Steven e Yony, como o Lima. Eu valorizo todo o grupo. O Vina é cara diferente, assim como os demais. Mas que acaba potencializando sua qualidade, por todos os aspectos coletivo. Uma equipe que se doa, que luta, para ele desempenhar seu bom futebol. Eu tô muito feliz, muito orgulhosos pelo que os atletas estão fazendo em campo, pelas últimas rodadas. A gente adquiriu a identidade de uma equipe que não desiste, que luta e sabemos que os resultados, às vezes, podem fugir da nossa mão, mas sempre com muito suor e muita determinação”, concluiu.

Confira a entrevista coletiva na íntegra no vídeo abaixo:

📸Daniel Galber
📸Felipe Santos/CearáSC