Principal nome do Ceará na temporada, o meio campista Vina desabafou contra a arbitragem ao final da partida contra o Atlético/GO, em que fez o gol do time alvinegro no empate, por 1×1, no Estádio Antônio Accioly pela 34ª Rodada do Campeonato Brasileiro.

“Falar da arbitragem é complicado. Se for falar com eles, eles dão cartão. Eles não têm a humildade de reconhecer o erro. Falta toda hora para o time deles (Atlético/GO). A gente sabe que eles estão jogando em casa, que o torcedor vai cobrar. Só que é vergonhoso, tem que ter pulso, tem que ter personalidade para apitar. Não pode ficar jogando para o time da casa, ainda mais agora que voltou o torcedor. É como falei, é humildade de reconhecer. Aí, você vai falar com eles e o que eles fazem? Te dão cartão porque é a arma que eles têm para fazer isso com o jogador”, lamentou o camisa 29 do Ceará.

Na súmula do jogo, o árbitro Bráulio da Silva Machado, que é da Fifa/SC, relatou que Vina reclamou acintosamente da arbitragem.

Artilheiro do Ceará no Campeonato Brasileiro, com 7 gols, e na temporada com 10, Vina voltou a viver um ótimo momento com a camisa alvinegra. Depois de ter brilhado na última quarta-feira, na goleada por 4×0 sobre o maior rival Fortaleza, o filho Enrico nasceu no dia seguinte. O gol marcado na noite passada, foi dedicado ao herdeiro.

“Esse gol é para o meu filho Enrico que nasceu agora. Pô, estou feliz demais. Foi uma jogada ensaiada, trabalhada. A gente já sabia que poderia surpreender se batesse a bola no canto do goleiro e foi o que aconteceu”, completou.

O time do Ceará já desembarcou em Fortaleza e o elenco ganhou folga. A reapresentação está marcada para a tarde dessa segunda-feira, no Estádio Carlos de Alencar Pinto. Com 46 pontos, o Vovô está no G10 e na próxima rodada, quinta-feira, às 20h, recebe o Corinthians, no Castelão.

📸Israel Simonton/CearáSC