Com previsão de entrega para o primeiro trimestre de 2022, a Arena Romeirão começou nesta semana a colocar o gramado. As obras estão a todo vapor com os trabalhos acontecendo em 3 turnos (veja o vídeo abaixo feito nesta sexta-feira, 03). A ideia é inaugurar o Estádio em fevereiro ou no mais tardar em março do próximo ano.

Para essa partida de estreia, o Governo do Estado sonha com um amistoso da Seleção Brasileira. O Blog apurou que já houve até um pedido informal à Federação Cearense de Futebol para que pudesse dialogar e convencer a CBF a levar o time nacional a Juazeiro do Norte.

No entanto, não será uma tarefa fácil. O calendário da equipe de Tite para o primeiro trimestre de 2022 já está reservado para 4 jogos das eliminatórias da Copa. O Brasil fará 2 jogos fora e 2 em casa, mas ambos já estão definidos para o Mineirão (Belo Horizonte) e Fonte Nova (Salvador).

27/01: Equador x Brasil – Estádio Olímpico Atahualpa
01/02: Brasil x Paraguai – Mineirão
24/03: Brasil x Chile – Arena Fonte Nova
29/03: Bolívia x Brasil – A definir

No entanto, caso não seja possível a Arena Romeirão receber a Seleção na cerimônia de estreia, a ideia é que ainda em 2022, o Brasil possa disputar uma partida no Estádio em Juazeiro do Norte. No calendário da Fifa, há 8 datas disponíveis para a realização de amistosos: 01, 02, 09 e 14 de junho, além de 21, 22, 25 e 27 de setembro.

A Arena Romeirão, que será uma das mais modernas do País, contará com uma área aproximada de 47 mil metros quadrados, com capacidade para 17 mil pessoas sentadas, com bloco com cabines de imprensa e camarotes, além de praça de alimentação, museu, centro comercial, estacionamento e outros espaços urbanizados. O Estádio será também uma Arena Multiuso e poderá receber shows, festivais, eventos culturais e religiosos, com o intuito de impulsionar a economia da Região do Cariri.

Vale lembrar que o último Argentina x Brasil, pelas eliminatórias, foi realizado na cidade de San Juan, distante mais de 1 mil km de Buenos Aires, no Estádio Bicentenário, com capacidade para 25 mil pessoas. A força política argentina fez com que o jogo fosse levado para o interior portenho, devido ao presidente da AFA (Chiquí Tápia) ser da localidade. A delegação brasileira nem sequer treinou em San José. Chegou um dia antes da partida e logo após o Clássico retornou de viagem.

Para a próxima temporada, a Arena Romeirão poderá receber os jogos do Campeonato Cearense da 1ª Divisão (com Icasa e Crato), da 2ª Divisão (com Guarani), Copa do Brasil (Icasa) e Série D do Brasileiro (Icasa).

📸Assessoria de Comunicação/Governo do Estado
📸Gazeta do Povo