O programa de sócio torcedor do Fortaleza registrou nesta terça-feira a marca de 30 mil integrantes. O número só comprova o ótimo momento em que o clube vive com o sucesso do time na temporada 2021 ao conquistar a vaga na fase de grupos da Libertadores.

2 anos atrás, quando participou pela primeira fez da Copa Sul-Americana e chegou ao ápice com 35 mil sócios, mas com a pandemia e a campanha ruim no Brasileiro de 2020 caiu para pouco mais de 9 mil, o clube tricolor acredita que nesta temporada será possível quebrar o recorde e até chegar aos 40 mil.

Os dirigentes leoninos se apoiam em 2 fatores, a manutenção do elenco com a contratação de reforços: Éderson renovou, Benevenuto foi comprado e a contratação do atacante argentino Silvio Romero, além, claro, da badalada Libertadores. O sonho realizado de disputar o maior torneio de clubes do continente é o que move não apenas o clube, mas também os torcedores. São 3 partidas confirmadas na Arena Castelão a partir de abril que deverá ficar pequena para os fanáticos tricolores.

Se não bastasse, o Fortaleza ainda disputará a Copa do Brasil, o Campeonato Cearense, a Copa do Nordeste e o Brasileirão. O novo patamar atingido e prospectado pela diretoria tricolor levam o time a se destacar entre os maiores da Região também em número de associados. Atualmente, o líder é o Ceará com pouco mais de 32 mil sócios, que também mira os 40 mil.

📸Kely Pereira/AGIF/CBF

📸Daniel Galber