Em entrevista coletiva, na noite desse sábado, após o empate por 1×1 contra o Fortaleza, no 1º Clássico-Rei da temporada, pela 3ª Rodada da Copa do Nordeste, na Arena Castelão, o treinador do Ceará, Tiago Nunes, fez um desabafo, ao ser questionado sobre a preparação para essa partida.

“Além de não termos contado com o Messias e o Fernando Sobral, não tivemos o Bruno Pacheco, o Erick, caras que são importante para o grupo. Sim, é desafiador, tentar equilibrar a preparação de atletas, que passaram por circunstâncias diferentes. Alguns atletas, que vêm da situação do Covid, tempo de parada longo, readequando a preparação, a sua carga de trabalho, outros que ainda vêm de lesão da temporada passada. Temos alguns desafios importantes e cada jogo tem sido uma história diferente. Eu já falei que é um pouco complicado você organizar tudo isso. Tentar um ponto em comum, um equilíbrio. Mas a nossa equipe é competente é capaz. Nós apresentamos muita força de vontade, muita resiliência. Eu tenho repetido aí para muita gente que nós somos o time do canal. Muitas vezes não somos o time mais bonito, não somos o time mais elegante, não somos o time da moda, até porque o da moda é de outro bairro. Mas somos um time que luta, que respeita, que trabalha, que se dedica. E se o nosso torcedor acreditar em nós, a gente vai junto. Acredite. Talvez a gente não seja o time mais bonito do ano, não seja o time mais bonito da história do Ceará. Talvez não seja o treinador melhor que passou por aqui, mas a gente tem muito coração, muita força de vontade e vamos superar muitos desafios e muitos chamados gigantes, através do nosso coração. Então, vamos juntos pelo que tem pela frente”, finalizou o comandante alvinegro.

Confira abaixo a entrevista coletiva na íntegra, o áudio falha no início, mas depois a assessoria de comunicação do Ceará repete as perguntas, e o treinador alvinegro repete as respostas.

📸Reprodução/Youtube