Um dos grandes nomes do Ceará na temporada passada, o lateral-esquerdo Bruno Pacheco aos poucos vai deixando de vez o departamento médico e retornando às atividades com os outros companheiros no Estádio Carlos de Alencar Pinto.

Na manhã desta sexta-feira, o camisa 6 alvinegro voltou a participar dos trabalhos no campo e segue buscando recuperar o condicionamento físico. Pacheco sofreu uma lesão grave no músculo adutor da coxa esquerda, em 5 de dezembro do ano passado, no 1º tempo da partida contra o América/MG, pela Série A do Brasileirão.

Desde aquela data, já são mais de 80 dias longe dos gramados. No entanto, o lateral do Vozão, que tem contrato até o final de 2023, vem se dedicando diuturnamente nos trabalhos na academia, fisioterapia e com a preparação física alvinegra.

A expectativa é de que o jogador só possa ser relacionado, quando estiver 100% livre de qualquer risco de uma nova lesão. Aos 30 anos, Bruno Pacheco chegou a Porangabuçu em 2020 e dominou a lateral esquerda. Já são mais de 100 jogos com a camisa alvinegra e o título invicto da Copa do Nordeste.

Quando voltar, o camisa 6 do Vovô vai ter trabalho para recuperar a posição, já que Victor Luís vai muito bem, inclusive fazendo gols.

O Ceará entra em campo (sem Bruno Pacheco obviamente) nesse sábado, às 17h45, diante do Iguatu, no Estádio Morenão, pelas quartas de final do Campeonato Cearense. Para avançar no Estadual, o Vozão precisa apenas de um empate. Se perder por 1 gol de diferença a disputa da vaga às semifinais vai para os pênaltis. Caso o Iguatu ganhe por 2 ou mais tentos de diferença, o time do Interior avança.

📸Stephan Eilert/CearaSC