O trauma sofrido com a eliminação no Campeonato Cearense e os protestos da torcida no Aeroporto não abalaram o time do Ceará. Em uma partida segura, sem sustos, com várias chances desperdiçadas e de forma absoluta, o Vozão venceu o São Raimundo/RR, por 3×0, em Boa Vista, e se classificou para a 2ª Fase da Copa do Brasil.

Agora, a equipe alvinegra, que ganhou R$ 1,5 milhão de premiação, vai enfrentar a Tuna Luso, no Castelão (a CBF ainda vai divulgar data). Para essa etapa, não há vantagem. Quem ganhar se classifica, empate leva a disputa para os pênaltis.

Nesse duelo em Boa Vista, Tiago Nunes voltou a surpreender na escalação. Deixou Zé Roberto e Marlon fora e escalou Lucas Ribeiro, como primeiro volante, e Cléber no ataque com Vina. Mas a fragilidade do adversário era visível. Com muita disposição, mas com qualidade técnica bem inferior, o São Raimundo pouco produziu e chegou à meta de João Ricardo muito mais pela vontade do que pela competência.

Enquanto o Alvinegro, como era pra ter sido em Iguatu. O melhor time, o de maior investimento, com elenco de qualidade não deu chances para um rival fraco tecnicamente. O Ceará impôs o ritmo que se esperava, com várias chances criadas, gols inacreditáveis perdidos, bola na trave, um golaço de Mendoza e ainda gol de cabeça do criticado Clebão e um bizarro gol contra.

O placar de 3×0, não refletiu o que aconteceu em campo. O Vovô poderia ter saído de Roraima com uma goleada histórica e definido a classificação bem antes do jogo acabar.

Agora, é pensar na Copa do Nordeste. No próximo sábado, no Castelão, recebe o CSA para confirmar a classificação às quartas de final.

📸Israel Simonton/CearáSC