Contratado no final de 2021 para ser o goleiro titular do Fortaleza no ano mais importante da história do clube, Fernando Miguel passa por um momento delicado dentro e fora de campo. O camisa 16 tricolor começou a temporada no Pici em 10 de janeiro, mas de lá pra cá são vários problemas.

Logo no 3º jogo, no Clássico contra o Ceará, o goleiro cometeu uma falha terrível e o Fortaleza ficou no empate por 1×1. A torcida, então, começou a corneta forte a Fernando Miguel. Na partida seguinte, em novo empate, 2×2, dessa vez, fora de casa, contra o Náutico, ele não pulou num gol pernambucano e os mais exigentes não pouparam as críticas.

Novamente, na partida seguinte, em outra igualdade, 1×1 diante do Botafogo/PB, a turma seguiu pegando no pé de Fernando Miguel por ter levado o gol após cruzamento em que o atacante paraibano faz de dentro da pequena área.

Dois dias depois, o goleiro tricolor pega uma virose que o tira da partida contra o Bahia, o reserva Max Wallef assume a titularidade e não sai mais. Fernando Miguel volta a ser relacionados nos jogos seguintes, mas fica no banco.

No final de semana passado, ele não foi relacionado, devido a uma entorse no joelho esquerdo. Nesta segunda-feira, o Fortaleza informou por meio de nota que “em exame de imagem realizado após o ocorrido, foi evidenciada uma lesão no menisco. O atleta realizará artroscopia e tem previsão de retorno aos treinos entre 30 e 45 dias”.

O Blog apurou que o Fortaleza estuda a possibilidade de contratar outro goleiro. No entanto, a diretoria vai esperar as próxima semanas para ver como será a recuperação do atleta e somente a partir daí irá tomar alguma definição.

O Fortaleza está classificado para as finais do Campeonato Cearense e para as quartas de final da Copa do Nordeste. O Leão ainda faz um jogo pela fase de grupos torneio regional para tentar confirmar o 1º lugar do Grupo A e atuar em casa na próxima etapa da competição.

📸Leonardo Moreira/FortalezaEC