O atacante Lima foi um dos destaques do time do Ceará na derrota por 3×1 para o Botafogo, na Arena Castelão, na noite desse domingo, pela 2ª Rodada da Série A do Brasileirão. O camisa 45 alvinegro foi bem em campo, fez o gol do Vovô, mas depois acabou expulso.

O vermelho recebido de forma direta, após fazer falta dura no adversário, sem a necessidade de 2º amarelo, revoltou o atacante do Ceará, que reclamou bastante do árbitro Raphael Claus (Fifa/SP). Lima teve de ser contido, mas antes de sair falou poucas e boas para o 4º árbitro.

Na súmula da partida, Claus relatou os xingamentos do atacante alvinegro dirigidos ao colega de arbitragem.

Esta é a segunda expulsão do time do Ceará nas duas rodadas de Brasileirão. Na vitória diante do Palmeiras, Vina também recebeu o vermelho. Vale lembrar que no jogo anterior, na estreia na Sul-Americana, diante do Independiente/ARG, no Castelão, Nino Paraíba também havia sido excluído da partida.

Por outro lado, vale destacar que a atuação de Raphael Claus foi bastante questionada por todos os alvinegros. Além de ter invertido algumas faltas, o árbitro paulista acabou anulando um gol do Ceará, quando a partida ainda estava 0x0. No lance, Claus acreditou que a bola tinha saído de campo, mas não havia, e na sequência o Vovô fez o gol.

No Twitter, o presidente do Ceará, Robinson de Castro, que na vitória contra o Palmeiras fez questão de criticar a arbitragem, voltou a se manifestar contra a atuação dos árbitros no duelo desse domingo diante do Botafogo.

O elenco do Ceará volta a campo na próxima quarta-feira, em Muriaé, Minas Gerais, pela 3ª Fase da Copa do Brasil, diante do Tombense, às 21h30, com transmissão do Sportv e Premiere.

📸Samuel Andrade/Futebolês