O balanço financeiro da temporada 2021 do Ceará Sporting Club foi divulgado nesta quarta-feira com números impressionantes e que mostram o maior faturamento da história do clube com superavit pelo 7º ano consecutivo.

O saldo positivo é de pouco mais de R$ 320 mil. Desde 2014, quando teve prejuízo de R$ 442 mil, o Ceará se mantém no azul ao final de cada temporada (de 2015 a 2021).

Ano passado, o clube alvinegro teve uma receita de R$ 159,2 milhões, mais de 50% superior a de 2020, quando amealhou R$ 103,2 milhões. Só para se ter uma ideia, em direitos de transmissão em 2021, o clube alvinegro recebeu R$ 90 milhões.

E olhe que o clube projetava uma receita de R$ 150 milhões, sem esquecer que a pandemia impediu a presença do torcedor nos estádios até outubro, o que tirou bastante grana dos cofres alvinegros, seja em bilheteria, seja através socio torcedor.

Por falar nisso, o programa de sócio, que ano passado chegou a ficar com pouco mais de 17 mil participantes e hoje já caminha a passos largos para os 50 mil, rendeu ao Vozão R$ 13 milhões.

Já os patrocinadores também tiveram faturamento recorde: R$ 15 milhões, quase o dobro de 2020, quando recebeu R$ 8 milhões. Lembrando que o Vozão fechou o maior patrocínio da sua história com a cearense Zenir.

Nas rendas das partidas, onde o Vozão não pôde contar com o apoio da torcida na Copa do Nordeste (foi finalista) e nem na Copa Sul-Americana (pela primeira vez atuou na competição com fase de grupos), ficaram apenas em R$ 3,1 milhões.

Sobre as despesas, como já era esperado, o futebol abocanhou praticamente 90% dos gastos R$ 122,6 milhões. Os outros gastos (folha de pagamento, administrativo, esportes amadores etc) chegaram a R$ 20,6 milhões.

Confira os valores de alguns tópicos do relatório (de acordo com o Balanço anual e com os créditos do Blog do Cássio Zirpoli):

FATURAMENTO ANUAL:
2013 R$ 17.112.683
2014 R$ 21.618.881
2015 R$ 29.590.400
2016 R$ 28.456.481
2017 R$ 31.901.433
2018 R$ 64.787.133
2019 R$ 104.866.088
2020 R$ 103.163.458
2021 R$ 159.287.735

RESULTADO DO BALANÇO:
2014 R$ 442.872 (POSITIVO)
2015 R$ 738.102 (POSITIVO)
2016 R$ 500.334 (POSITIVO)
2017 R$ 3.193.659 (POSITIVO)
2018 R$ 3.013.201 (POSITIVO)
2019 R$ 5.768.766 (POSITIVO)
2020 R$ 377.762 (POSITIVO)
2021 R$ 327.488 (POSITIVO)

PATROCÍNIO:
2017 R$ 4.390.802
2018 R$ 9.688.657
2019 R$ 9.502.315
2020 R$ 8.047.670
2021 R$ 15.705.764

BILHETERIA:
2017 R$ 8.099.987
2018 R$ 10.826.541
2019 R$ 13.204.876
2020 R$ 698.008
2021 R$ 3.101.652

SÓCIO TORCEDOR:
2017 R$ 2.017.142
2018 R$ 7.081.923
2019 R$ 9.577.172
2020 R$ 10.104.837
2021 R$ 13.072.936

DIREITOS DE TRANSMISSÃO:
2017 R$ 12.741.335
2018 R$ 25.050.959
2019 R$ 54.770.484
2020 R$ 52.737.740
2021 R$ 90.500.097

📸Ascom/CearáSC