O Presidente do Ceará, Robinson de Castro, convocou uma coletiva de imprensa nessa segunda-feira, 02, e falou sobre a presença de alguns jogadores do elenco (Vina, Richard Coelho, Iury Castilho e Michel Macedo) à Festa Garota VIP, depois da derrota para o Red Bull Bragantino, no sábado passado, na Arena Castelão.

O mandatário alvinegro disse que do ponto de vista jurídico os jogadores cometeram erro, mas no aspecto moral eles erraram.

“Após a partida (contra o Red Bull Bragantino), nós tomamos conhecimento de que 5 atletas foram participar de uma festa. Primeiramente, do ponto de vista jurídico, não há nenhum problema. Eles estavam fora do expediente de trabalho, estavam de folga, e não se atrasaram para o treino no dia seguinte, compareceram e tiveram os números da fisiologia acompanhados, não causaram nenhum prejuízo. Mas tem o aspecto que não é jurídico, é o moral“, declarou Robinson de Castro, que continuou:

“Fizemos uma reunião dura, colocando esse sentimento, que é também o sentimento dos atletas de forma geral, que reconheceram que cometeram um erro. Eles disseram que não tem mais como voltar, mas que querem responder dentro de campo. Internamente temos algumas medidas que tomamos em relação a isso, mas do ponto de vista jurídico não tem muito o que fazer. Do ponto de vista moral, tenho certeza que ficou uma lição para eles e para aqueles que eventualmente pensem em fazer algo igual. Não era o momento adequado, pisaram na bola“, completou

Veja abaixo um trecho da coletiva em que o Presidente do Ceará responde sobre o episódio: