Fotos: Divulgação/CEFAT/GPM

O Grêmio Pague Menos, que disputa as categorias de base do Campeonato Cearense e no profissional está atualmente na Série B do Estadual, vai mudar de nome e de escudo. Em breve passará a se chamar: Centro de Formação de Atletas do Tirol (CEFAT/Tirol).

Por questões jurídicas, o corpo diretivo do clube, comandado pelo presidente da agremiação, Deusmar Queirós (fundador da Rede de Farmácias Pague Menos), resolveu mudar o nome, mas o objetivo traçado desde o ano passado de entrar de vez no futebol profissional e tornar o Tirol não apenas num celeiro de atletas, mas também de cidadãos, está caminhando em passadas largas.

Neste ano, vai ser iniciada a construção de um moderno Centro de Treinamento, mas o clube já conta com uma ótima estrutura que inclui campo de futebol com grama sintética e de futebol society, quadra poliesportiva, alojamentos, academia e uma avançada edificação administrativa.

O CEFAT deve anunciar em breve uma parceria com um gigante do futebol brasileiro para a captação de atletas da base e de intercâmbio de jogadores do profissional. No entanto, a ideia do clube é ser a principal referência no Nordeste.

No último sábado, o clube estreou na Segunda Divisão do Campeonato Cearense e empatou, fora de casa, contra o Itapipoca por 1×1. Pelo Estadual Sub-17, goleou o Estação por 5×0.

“Nosso gol é formar cidadãos. Claro que a gente quer que no meio desses cidadãos também tenham atletas”, declarou Deusmar Queirós, que estuda transformar o clube em SAF (Sociedade Anônima do Futebol) como aconteceu com o Cruzeiro, Botafogo e Vasco.