Foto: Pedro Chaves/FCF

Na partida Ceará 2×2 Flamengo, nesse sábado, na Arena Castelão, pela 6ª rodada do Brasileirão, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira foi contestado pelos dois times e ouviu xingamentos das duas torcidas presentes.

Pelo lado alvinegro, Oliveira foi contestado por não mostrar o segundo cartão amarelo ao zagueiro Pablo do Flamengo, na segunda etapa. Enquanto os rubro-negros reclamaram bastante de um pênalti não marcado em cima do atacante Gabigol.

Em meio as falhas, o juiz paulista e da Fifa relatou na súmula algo que pode prejudicar o Ceará em uma possível denúncia da procuradoria do STJD. No documento, Luiz Flávio cita o arremesso de um copo descartável em direção a arbitragem e ainda especifica que o objeto só não atingiu os componentes, porque acertou o escudo dos policiais, que faziam a segurança.

Lotado

Ceará 2×2 Flamengo foi o melhor público do futebol cearense neste Brasileirão com mais de 52 mil pessoas presentes (52.003 pagantes e 52.139 no total), que geraram uma renda de R$ 2.446.271,00. No cômputo geral, é o 4º maior da competição:

1º) Flamengo 0x0 Palmeiras – 69.997 – 4ª Rodada
2º) Flamengo 0x1 Botafogo – 54.981 – 5ª Rodada
3º) Flamengo 3×1 São Paulo – 54.686 – 2ª Rodada
4º) Ceará 2×2 Flamengo – 52.139 – 6ª Rodada
5º) Atlético/MG x Internacional – 37.531 – 1ª Rodada