Fotos: Twitter/ Conmebol Libertadores

Já era algo até comum nas entrevistas coletivas, o técnico Juan Pablo Vojvoda ter de responder sobre o motivo de o Fortaleza fazer um 1º tempo bem e no 2º cair de produção (ou vice e versa). Foi assim contra Colo-Colo, River Plate, Corinthians, Botafogo

Só que para manter a esperança de classificação na Libertadores, o time tricolor não poderia voltar a cometer tantos erros e precisava manter um padrão durantes os 90 minutos. E foi justamente isso que aconteceu.

Com propriedade e principalmente com as estrelas do time brilhando, o Fortaleza venceu por 2×0 o Alianza, em Lima, conquistou a 1ª vitória fora de casa em uma competição internacional, eliminou a equipe peruana e de quebra, independente do que aconteça já está garantido no mata-mata da Copa Sul-Americana. Contudo, ainda está vivo e pode se classificar às oitavas de final da Libertadores.

Pikachu, sempre ele, de forma decisiva, fez 1 gol e deu a assistência para o tento de Moises. Enquanto Lucas Lima parece que gosta de jogar Libertadores, sobe o nível de atuação e parece estar mais à vontade atuando do que em qualquer outra competição.

Claro que é preciso destacar também as atuações de Marcelo Boeck, que quando foi exigido, se garantiu com duas ótimas intervenções, assim como Felipe, um gigante no meio-campo. E até Moisés, o atacante que vinha mal nas finalizações fez o dele (o segundo consecutivo).

Mesmo jogando fora de casa, o Fortaleza, como já é conhecido, não mudou a postura e desde o início buscou o gol e tentar resolver logo. Teve 2 ótimas chances antes de abrir o placar e soube se impor ante a tentativa da equipe peruana pressionar.

Na segunda etapa, o ritmo foi o mesmo, apesar do Alianza tentar uma pressão maior, ainda mais com o placar adverso, mas a segurança defensiva com Tite, Tinga e Benevenuto também apareceu e o 2º gol era questão de tempo e capricho. Aí, surgiu Pikachu.

Agora, é mudar a chave e pensar no Brasileirão. Se conseguir manter o nível, tem tudo para conseguir a 1ª vitória no domingo, às 16h, diante do Fluminense com a expectativa de Castelão lotado.