Foto: Reprodução/Youtube

A novela jurídica do Campeonato Cearense parece estar próxima do fim. Em mais um capítulo da batalha fora dos campos, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva acatou o pedido da Federação Cearense de Futebol e do clubes do Estadual e resolveu suspender as decisões tomadas pelo TJDF/CE.

O tribunal local havia anulado as partidas do Crato, excluído o clube do Estadual e mandou a FCF não homologar a competição, vencida pelo Fortaleza em final contra o Caucaia e que contou ainda com os rebaixamentos do próprio Crato e do Atlético.

A defesa criada pelo Departamento Jurídico da FCF, com os advogados Eugênio Vasques e Leandro Vasques, pediu à instância superior que fosse concedido efeito suspensivo às medidas tomadas pelo pleno do TJDF/CE, que num primeiro momento decidiu por anular apenas 4 jogos doo Crato, e numa reviravolta impressionante, dias depois, mandou aplicar W.O em todas aas partidas da agremiação.

Agora, é esperar pelo julgamento do processo e acreditar que a Justiça tomará a melhor decisão para clubes e para o próprio Campeonato Cearense.

Entenda o Caso

Antes da última rodada da 1ª Fase do Campeonato Cearense, o TJDF atendeu a um pedido da FCF e suspendeu o Crato de todas as competições organizadas pela Federação. A entidade apresentou relatórios da empresa Sportradar.

“Tais relatórios ensejam gravíssima constatação de manipulação de resultado, envolvendo a agremiação do Crato Esporte Clube, possivelmente por seus dirigentes e atletas e, que, na data de hoje, 16/02/2022, ocorrera uma partida envolvendo tal agremiação contra a agremiação Atlético Cearense onde salienta-se que a equipe do Crato Esporte Clube fora derrotada pelo elástico e inacreditável placar de 9×2, o que, por si só demonstra flagrante indício de manipulação de resultados”, declarou o presidente do Tribunal, Frederico Bandeira à época. Com isso, a partida diante do Ferroviário, pela última rodada não aconteceu e o Peixe ganhou o jogo por W.O.

Com isso, Icasa e Maracanã entraram com pedido no TJDF para que o Crato fosse excluído do Campeonato Cearense e assim pudessem se beneficiar com a saída do Azulão da Pricesa.